Taiti

Vista da Polinésia Francesa

Conheça o Taiti

Provavelmente, esta não é a ilha cuja foto estava no seu catálogo de férias. Não, não tem praias brancas, e lagoas azuis transparentes são poucas e bem espalhadas. Mas este é o coração da Polinésia Francesa, e seria uma pena ignorar as montanhas cheias de sombra e cachoeiras, as praias de areia negra e beleza despretensiosa e a vibração polinésia que fazem do Taiti um tesouro. Muitas pessoas trocam imediatamente o Taiti pela beleza de areia branca de Moorea ou Bora Bora de forma que, por ironia, a mais acessível e conhecida ilha da Polinésia Francesa ainda é menos visitada que suas irmãs distantes.

A ilha é bem centralizada em torno de Papeete, a minúscula capital caótica com seus congestionamentos de trânsito e cheiros de flores, suor e ar salgado. Para os ilhéus viciados no ritmo de vida da cidade, este é o único lugar para estar e eles se envolvem na agitada vida noturna, nos cinemas, na música e na interminável variedade de comida à mão.

Visitar Papeete é indispensável, mas a ação ao ar livre fora da cidade e as ofertas culturais é que convencem os visitantes a prolongar sua estadia. Passeie por sítios arqueológicos, percorra vales de rios infinitos e ande pelo litoral salpicado de maracujá selvagem. Em julho, não perca o mais espetacular festival do país, o Heiva de percussão e dança, e de julho a outubro, vá observar baleias com menos turistas do que você encontraria em Moorea. Durante o ano todo, há chances de encontrar grandes ondas no Taiti em Teahupoo, e você pode alugar um barco para ver de perto os surfistas profissionais enfrentando tubos cavernosos.

Última atualização: 20 de Outubro de 2014