Santiago

Todas em Santiago

‹ Anterior

de 1

Próxima ›
  1. Andes Hostel

    Paredes pintadas de pistache, um tapete com estampa de zebra, sofás retrô e um bar em mosaico dão o charme estilo arte pop nesse hostel com localização central. Vale a pena gastar mais em um apartamento Andes no quarteirão seguinte, especialmente porque você terá acesso à piscina e, possivelmente, a uma sacada.

  2. Artesanías de Chile

    Não só os preços de joias, esculturas, cerâmicas e mercadorias de lã são razoáveis, mas também a maior parte do que pagar vai para o artesão que as fabricou. Procure outros locais em Santiago e por todo o Chile.

  3. Azul Profundo

    Entre nesse restaurante de cor azul profundo – com uma coleção de telescópios, decoração marítima e bar de madeira vintage inspirados pela estética de Pablo Neruda – e coma frutos do mar frescos e originais. Peça a deliciosa degustação de ceviche e uma rodada de pisco sours; a bandeja colorida (e gigante) talvez seja a refeição mais inesquecível de sua aventura chilena.

  4. Caminhada, corrida e bicicleta

    Os residentes locais correm, caminham e andam de bicicleta ao longo do Río Mapocho (especialmente pelo Parque Forestal), no Parque Quinta Normal e ao longo das ladeiras do Cerro San Cristóbal. Você vai estar na cidade na primeira terça do mês? Junte-se às multidões de ciclistas que passeiam pela cidade sobre duas rodas, como parte do Movimiento Furiosos Ciclistas (www.furiosos.cl). Entre em contato com La Bicicleta Verde (www.labicicletaverde.cl) para mais informações.

  5. Catedral Metropolitana

    Com vista para a Plaza de Armas está a neoclássica Catedral Metropolitana construída entre 1748 e 1800. Os bispos que celebram a missa no suntuoso altar têm motivo para se sentir perturbados; embaixo está a cripta onde seus antecessores estão enterrados.

  6. Club de Jazz

    Um dos clubes de jazz mais tradicionais da América Latina – Louis Armstrong e Herbie Hancock são apenas dois dos famosos nomes que tocaram no local –, esse prédio grande de madeira recebe intérpretes nacionais e internacionais de jazz e blues e integrantes de renomadas bandas.

  7. Museo Chileno de Arte Precolombino

    A cerâmica primorosa das principais culturas pré-colombianas é a espinha dorsal do melhor museu de Santiago, o Museo Chileno de Arte Precolombino. Junto a dezenas de vasos antropomórficos moldados de forma complexa, exposições incluem a maciça estrela de pedra maia e um fascinante painel têxtil andino. Mais incomuns são as espátulas de madeira para provocar vômito utilizadas por xamãs da Amazônia antes de tomarem psicoativos.

  8. Plaza de Armas

    Desde a fundação da cidade em 1541, a Plaza de Armas é seu coração simbólico. Em épocas coloniais, uma forca era sua aterradora peça central; hoje, há uma fonte em homenagem ao libertador Simón Bolívar, à sombra de mais de cem palmeiras chilenas. Pelos calçadões paralelos, Paseo Ahumada e Paseo Estado, estão dezenas de santiaguinos que passeiam pela praça nos fins de semana e em tardes ensolaradas durante a semana. Palhaços, vendedores de balões de hélio e barracas de lanches são alguns dos entretenimentos.

  9. Viña Santa Rita

    Famosa pelo Casa Real Cabernet Reservado, Santa Rita oferece passeios de bicicleta e de vinho, assim como piqueniques. Para chegar lá, pegue o metrô para a estação Buin, depois, pegue o ônibus 5064 até a entrada da vinícola.