San FranciscoDicas e artigos

Guia rápido para os melhores bairros de San Francisco

Valerie Stimac

Talvez seja pó de ouro ou apenas glitter, mas a verdade é que há algo mágico nas ruas de San Francisco. Um dos lugares mais visitados dos Estados Unidos, essa cidade à beira da baía tem 242 anos de história condensados em seus 12 mil hectares. Desde a corrida do ouro até o verão do amor e o desenvolvimento tecnológico, em meio a terremotos e incêndios, San Francisco se reinventa constantemente, mas segue autêntica, fiel ao que faz dela uma das metrópoles mais dinâmicas do mundo.

 

Os muitos bairros diferentes de San Francisco são todos dignos de serem explorados © Stickney Design / Getty Images

San Francisco foi dividida e subdividida em 100 bairros, e cada um oferece algo diferente à cidade. Listamos os mais famosos – e infames – para você explorar.

 

Após explorar as vielas de Mission, faça um piquenique no Dolores Park © Jejim / Getty Images

Mission District

Se há um bairro que representa a transformação pela qual San Francisco passou, é o Mission. Nele, você encontrará butiques e restaurantes sofisticados ao lado das clássicas taquerias (estabelecimentos onde se faz e vende tacos) e bodegas (pequenas mercearias) da região.

O Mission District, antes lar de muitos imigrantes – primeiro, poloneses, alemães e irlandeses e, depois, centro e sul-americanos –, agora abriga mais uma onda de pioneiros: jovens funcionários de empresas da área tecnológica.

Prove um burrito na La Taqueria ou compre suprimentos para um piquenique no Mission Community Market antes de acampar no Dolores Park. A paisagem do lugar atrai os moradores da região para esse espaço verde todo o ano, e nada é mais “Bay Area” do que passar uma tarde no parque com os amigos. Não se atenha, porém, apenas às ruas principais ao explorar Mission: as vielas escondem uma da das melhores atrações do bairro. Nelas você encontrará os Murais de Mission: quarteirões inteiros cobertos com incrível arte de rua.

 

Até mesmo as faixas de pedestre do Castro são pintadas nas cores do arco-íris © David Sweet / Getty Images

The Castro

Para viajantes LGBTQ – e simpatizantes – não há bairro melhor que o Castro para conhecer o passado e presente dos direitos gays em San Francisco. Com o nome oriundo dos barões de terra mexicanos que compraram terra na região no final do século 19, o bairro se transformou nos anos 1950, quando recebeu a florescente cena gay de SF. Hoje em dia, é considerado o pilar da cultura gay da costa oeste, embora ainda mantenha suas raízes operárias e clássicas casas vitorianas.

Conheça o primeiro museu de história LGBTQ dos Estados Unidos, assista a um show no famoso e histórico Castro Theatre ou aproveite a vida noturna em uma das muitas boates do bairro. Venha para cá com a mente aberta, e você será recebido calorosamente nessas ruas pintadas de arco-íris.

 

Admire as icônicas Painted Ladies e o skyline de SF quando estiver em Haight-Ashbury © Sakis Papadopoulos / Getty Images

Haight-Ashbury

Há tempos Haight-Ashbury tem sido o centro de determinadas culturas (e contracultura) em SF. Caso esteja procurando aqueles hippies da costa oeste sobre os quais ouviu falar, você os encontrará aqui. O bairro tem o nome do cruzamento de suas duas ruas principais, onde, inclusive, você encontrará os melhores brechós da cidade, além de lojas de maconha e incríveis casas vitorianas.

Há muitos prédios históricos na região porque o solo aqui é mais estável que em outros lugares da cidade – assim, muitas residências históricas não foram destruídas no terremoto de 1906. Embora seja principalmente um bairro residencial, Haight-Ashbury vale a visita para se ter um dia de história em San Francisco. Qualquer casa vitoriana com três ou mais cores é considerada uma painted lady, então, passeie pelas redondezas e veja quantos desses tesouros consegue encontrar. O melhor lugar para começar a explorar é a Alamo Square – lar da Postcard Row, um conjunto de Painted Ladies originais conhecidas como “As Sete Irmãs”.

Comece o dia com um brunch no Brenda’s Meat and Three se estiver a fim de saborear um delicioso café ao estilo sulista. Ou, caso prefira a cozinha hipster do norte da Califórnia, prove a torrada do Mill. Experimente o Josey Bread, um pão integral orgânico – feito de farinha moída no lugar –, com a pasta de avelã de fabricação própria. Torrada realmente nunca foi tão bom.

Queime as calorias do café da manhã ao caminhar no Alamo Square Park, onde é possível admirar a paisagem e tirar fotos perfeitas para postar nas redes sociais.

 

Perca-se nas ruas de Chinatown e pare para dim sums, você não se decepcionará © pete0711 / Getty Images

Chinatown

A Chinatown de San Francisco é uma das maiores e, certamente, a mais antiga na América do Norte, e fornece ao visitante uma surpreendente experiência de imersão cultural. Explore o lugar bem juntinho de outros visitantes que consideram Chinatown e suas cativantes vielas uma atração imperdível.

Mergulhe fundo em Chinatown, planejando sua visita para o início da manhã, quando a maioria dos viajantes ainda não saiu às ruas. À medida que o bairro acordar, você verá os moradores da região atarefados e poderá segui-los até os populares restaurantes de Szechuan ou dim sum, onde, mais tarde, formarão filas na porta, como o Mister Jiu ou o Z & Y. É possível escolher entre os tradicionais e apimentados pratos de Szechuan ou as interpretações californianas de clássicos chineses (pense em ostras da costa oeste com mignonette de gengibre ou costeletas de cordeiro de Xinjiang com rabanetes de Tóquio).

 

À tarde, passeie por Embarcadero e faça uma parada para saborear um petisco no Ferry Building © Michael Lee / Getty Images

Embarcadero

Talvez chamar Embarcadero de “bairro” seja um exagero, é mais uma rua com algumas casas misturadas ao comércio. No entanto, qualquer lista de bairros de San Francisco para se visitar estaria em falta se não mencionasse o Embarcadero, o melhor ponto da cidade para passear e onde estão algumas das mais famosas atrações da região.

Caminhe, ande de pedicab ou pegue um bonde no Ferry Building, ao sul, até o Fisherman’s Wharf, ao norte, e aproveite a vista incrível da baía de San Francisco e da Ilha de Alcatraz pelo caminho. Pare no Exploratorium, o popular museu interativo de ciências da cidade, ou reserve um passeio de barco com a Blue & Gold Fleet. Você pode até visitar a própria Alcatraz!

Quando chegar ao norte do Embarcadero, há ainda muito a ser explorado. A Ghirardelli Square é parada obrigatória para viajantes que gostam de doces; o Maritime National Historical Park é perfeito para os amantes de história que desejam aprender mais sobre a estratégica localização bélica e comercial de San Francisco. Se estiver em boa forma física, continue explorando a orla em direção a Crissy Field e à imponente Golden Gate Bridge, vigiando os pontos turísticos e segredos da cidade.

Este artigo foi publicado em Novembro de 2019 e foi atualizado em Novembro de 2019.

San Francisco