Salvador

Atrações em Salvador

‹ Anterior

de 1

Próxima ›
  1. Igreja da Ordem Terceira do Carmo

    (entrada por donativo) A igreja original, fundada em 1636, pegou fogo; a estrutura neoclássica atual é de 1828. Na nave, há um órgão francês e uma estátua espetacular de N. Sra. do Carmo. Historiadores alegam que a estátua foi feita à imagem
    de Isabel II, filha de Garcia d’Ávila, o maior proprietário rural do Nordeste. O escultor, conhecido como O Cabra, era um
    escravo sem treinamento artístico nenhum, e diz-se que estava louco pela jovem. O bebê Cristo aninhado no colo da estátua tem traços negros – era como O Cabra imaginava a criança fruto desse amor? O artista levou oito anos para finalizar a imagem de Cristo (1630) em tamanho real, com o sangue feito por 2 mil rubis. Ela está exposta no pequeno museu da igreja.

  2. Igreja e Convento São Francisco

    (entrada R$3) Uma das igrejas mais magníficas do Brasil, a barroca São Francisco está repleta de demonstrações de riqueza e esplendor. Um candelabro de prata de 80kg paira acima de esculturas de madeira folheadas a ouro, e os jardins do convento exibem azulejos portugueses pintados à mão. O complexo foi finalizado em 1723.Forçados a construir a igreja de seus senhores e proibidos de praticar a própria religião, os escravos africanos artesãos responderam com seu trabalho: o rosto dos querubins são distorcidos, alguns anjos são representados com genitálias enormes e outros parecem grávidos. A maioria desses toques criativos foi castamente coberta por sacristãos no século 20. A colorida imagem de São Pedro da Alcântara esculpida pelo santeiro Manoel Inácio da Costa mostra uma figura sofrendo de tuberculose – assim como o próprio artista. Um lado do rosto do santo é mais pálido que o outro, então ele parece ficar mais doente conforme você passa por ele. José Joaquim da Rocha pintou o teto do corredor de entrada usando a técnica de perspectiva, uma novidade no período barroco.