Rio de JaneiroDicas e artigos

Os melhores bares secretos do Rio antigo

Jack Arnhold

O Rio de Janeiro é famoso por suas praias incríveis, arredores verdejantes e carnaval caleidoscópico. No entanto, longe das areias brancas o frequentemente ignorado centro da cidade contém muitos bares despretensiosos que possuem um charme de velho mundo e um estilo carioca único. Aqui estão oito dos melhores bares escondidos pelo centro histórico do Rio.


Faça algo alternativo e explore os bares escondidos do Rio © Jack Arnhold / Lonely Planet

Shake Speakeasy

Inaugurado pelo mixólogo uruguaio Walter Garin, o Shake Speakeasy é o mais escondido que um bar pode ficar e ainda se manter dentro da lei. Aleatoriamente localizado em um prédio comercial no centro da cidade, ele não é apenas difícil de encontrar, mas a luz baixa e atmosfera secreta faz o bar parecer com um portal para outro mundo. Os que forem atrás desse lugar serão recompensados com alguns dos drinks mais inventivos da cidade.

Ponto de Encontro Ximeninho

Não tanto escondido quanto fácil de passar reto, o Ponto de Encontro Ximeninho fica em uma esquina da animada Avenida Mem de Sá, na Lapa. Esse bar e restaurante é um favorito dos festeiros, jornalistas e outros clientes divertidos que aparecem a qualquer hora para uma cerveja gelada e um cardápio cheio de refeições generosas a preços razoáveis, além de petiscos como o aipim frito ao estilo do Ximeninho, com queijo e bacon, ou a carne de sol.


Aproveite a atmosfera simpática da Casa Paladino, uma instituição local © Jack Arnhold / Lonely Planet

Casa Paladino

Com mais de cem anos de serviço consistente, a Casa Paladino se mantém como um clássico constante e imutável da vida no centro da cidade enquanto seus arredores se transformam radicalmente. A formula é simples: cerveja gelada, sanduíches generosos, omeletes satisfatórias e um ar despretensioso que junto aos preços justos atrai uma clientela fiel que vai de estudantes a executivos.

Bar do Nanam

Você não dá nada pela aparência desse bar que fica em uma viela suja e pichada ao lado da Praça Tiradentes, mas ele ganhou a fama de organizar uma das festas ao ar livre mais animadas da cidade. Em algumas noites, toda a rua (chamada de “Beco das Artes”) se transforma em uma colmeia de atividade noturna com DJs, bandas e multidões que dançam até o dia amanhecer. O humilde Bar do Nanam organiza e comanda essas festas nesse ponto normalmente deserto do centro da cidade sem cobrar entrada, eles apenas pedem que os participantes comprem bebidas no bar e deem alguma gorjeta para os músicos.


Experimente uma das mais de 100 cachaças do Café © Jack Arnhold / Lonely Planet

Café do Bom Cachaça da Boa

Parte bar, parte café, parte bistrô, mas completamente carioca, o Café do Bom Cachaça da Boa é um estabelecimento único famoso pelo café excelente e o menu especializado com mais de 100 tipos diferentes de cachaça (a bebida nacional do Brasil). O petisco clássico do bar é o tareco - pão de queijo fatiado coberto com parmesão – e foi a engenhosa invenção do proprietário, Yansel Galindo.

Casa da Cachaça

A Lapa pode apresentar um desafio para os bebedores, com bares em excesso para escolher, todos eles oferecendo algum tipo de promoção de happy-hour que parece boa demais para ser verdade. No entanto, a Casa da Cachaça é o boteco preferido de muitos cariocas em suas noites na cidade. Com garrafas de cachaça ocupando todos os espaços disponíveis do pequeno lugar, muitos clientes se sentam nas mesas que se espalham pela calçada enquanto experimentam as excelentes caipirinhas e batidas, servidas até bem tarde.


Encontre os charmosos detalhes da Tabacaria © Jack Arnhold / Lonely Planet

Tabacaria do Ouvidor

A Rua do Ouvidor é uma rua cheia de bares que ficam animados nas noites de meio de semana com os trabalhadores tomando um drink depois do trabalho. O melhor segredo dessa rua é a Tabacaria do Ouvidor, uma despretensiosa loja de charutos que possui um confortável fumódromo no topo de uma escadaria em espiral e ainda oferece uma boa seleção de whiskies e outras bebidas. Para aumentar o charme aparentemente ilícito, a Tabacaria do Ouvidor é um dos poucos lugares do Rio no qual os clientes podem fumar do lado de dentro.

TribOz

Escondido em uma viela no boêmio bairro festeiro do Rio, a Lapa, o TribOz é o tipo de bar secreto que é difícil encontrar por acaso. O dono australiano, o etnólogo musical e trompetista de jazz Mike Ryan, faz questão de nunca exagerar na propaganda. Ainda assim, a formidável reputação do TribOz como um dos melhores clubes de jazz do Brasil significa que esse lugar intimista raramente está algo menos que lotado. É prudente reservar uma mesa com antecedência e normalmente há uma taxa pela música ao vivo.

Este artigo foi publicado em Abril de 2019 e foi atualizado em Abril de 2019.

Rio de Janeiro