Nova Zelândia

Lago Tekapo, Nova Zelândia

Apresentando a Nova Zelândia

Tirada de um cenário de filme ou de um livro de fotos perfeitas, a Nova Zelândia tem uma beleza de cair o queixo. Você vai soltar um “Uau!” pelo menos uma vez por dia.

A nova “Big Easy”

Esqueça Nova Orleans… Nova Zelândia pode reclamar a coroa de “Big Easy” pela facilidade de locomoção. Não é um lugar de muitas frustrações “na estrada”: ônibus e trens respeitam horários; estradas são bem conservadas; há muitos caixas automáticos; trombadinhas, negociantes desonestos e hotéis ruins são poucos e esparsos; e a comida não vai fazer você correr para o banheiro público mais próximo (que costumam ser limpos e estocados com o papel necessário). Não há cobras, há só uma aranha venenosa – a rara katipo – e quem as vê é considerado sortudo. Este país decente é um lugar onde você pode relaxar e aproveitar (em vez de suportar) suas férias.

Arrisque-se

São só 4.36 milhões de neozelandeses espalhados por 270,534 m²: maior que o Reino Unido com um quatorze avos da população. Preenchendo as lacunas há sublimes florestas, montanhas.,lagos, praias e fiordes que fizeram da NZ um dos melhores destinos para trilhas (os locais chamam de “tramping”) no planeta. Escolha uma das nove épicas “Grandes Caminhadas” – você já deve ter ouvido falar das Trilhas Heaphy e Milford– ou passe algumas horas de sonho passeando por pela imensidão de fácil acesso.

Comida, vinho e cerveja

A comida Kiwi já foi um eco sem graça de um jantar britânico de domingo, mas os chefs atuais da NZ encontram inspiração em oceanos culinários do novo mundo, especialmente no Pacífico, com seus frutos do mar abundantes e suas cuisines relacionadas. Não vá para casa sem experimentar alguns favoritos Maoro: paua (abalone), kina (ouriço-do-mar) e kumara (batata doce) aparecem regularmente nos cardápios. Com sede? As vinícolas climatizadas da NZ colecionam troféus por décadas, mas a próspera cena das cervejarias do país também merece sua atenção. E com a cultura do café firmemente entrincheirada, você pode matar a vontade de um dose dupla decente.

Cultura Maori

Se você se interessa por rúgbi, deve ter ouvido falar nos vitoriosos All Blacks, a equipe nacional da NZ, que nunca teria se tornado uma campeã mundial sem seus incríveis jogadores Maori. Mas este é só um exemplo de como a cultura Maori se impõe na vida Kiwi contemporânea: por toda NZ é possível ouvir a língua Maori, assistir à TV Maori, ver marae (casas de reunião) na rua principal, participar de um hangi (banquete Maori) ou assistir a uma apresentação cultural com música e dança tradicionais e, normalmente, uma assustadora haka (dança de guerra). E não se deixe demover da ideia de fazer uma ta moko, tradicional tatuagem Maori (frequentemente no rosto).

Última atualização: 19 de Novembro de 2014

Dicas e artigos

  1. Não tem só baleia na N.Z não!

    Nova Zelândia no inverno

    17 de Novembro de 2014

    Dizem que a Nova Zelândia ganhou o nome Maori de Aotearoa, ou “a terra da longa nuvem branca”,...

    Leia mais

  2. Vinícolas em Wither Hills, Marlborough

    Os melhores eventos gastronômicos da Nova Zelândia

    21 de Setembro de 2015

    Produtos frescos, produtores artesanais, vinhos top de linha e uma cena animada de cervejas...

    Leia mais

Veja todas as dicas & artigos para Nova Zelândia