Nepal

Onde comer em Nepal

‹ Anterior

de 1

Próxima ›
  1. Bhojan Griha

    Na mesma linha do Bhanchha Ghar, mas talvez mais ambicioso, o Bhojan Griha está localizado numa mansão de 150 anos recentemente restaurada em Dilli Bazaar, a leste do centro da cidade. Vale a pena comer aqui só para conferir a restauração imaginativa desse belo edifício antigo, que já foi residência da casta de sacerdotes reais. Grande parte dos assentos é tradicional – ou seja, almofadas no chão –, embora sejam, na verdade, cadeiras sem as pernas, o que poupa as costas e os joelhos. Num esforço para reduzir o desperdício, não se usa plástico e a água mineral é comprada a granel e vendida por copo.

  2. Or2k

    Este popular restaurante vegetariano israelense, movimentado e bem iluminado, é o nosso favorito para pratos leves e refrescantes do Oriente Médio. O menu inclui também crepes, sopas, torta de abobrinha, tofu de coco e ziva (tubos de massa folhada recheados com queijo), assim como uma opção excelente de meze, com porções de homus, falafel e labane (queijo cremoso azedo) servidas em tigelinhas de cobre. A limonada com hortelã salva a vida num dia quente. As almofadas são os assentos – você tem de tirar os sapatos, portanto não se esqueça de calçar um par de meias limpas. Uma barraquinha no nível da rua serve wraps de falafel para levar (Rs 155).

  3. Yak Restaurant

    Nós sempre acabamos retornando a este estabelecimento tibetano despretensioso e confiável na extremidade sul de Thamel. As mesas dão uma atmosfera de diner tibetano ao local, e a clientela é uma mistura de caminhantes, guias Sherpa e tibetanos que vêm bater papo enquanto tomam uma tongba (cerveja quente de milheto). O menu inclui pratos tibetanos com ótimos kothey (momos fritos) e algumas opções indianas a preços imbatíveis. A sensação é a de se estar num alojamento de caminhantes, devido ao som eletrônico de um frango sendo estrangulado toda vez que um prato sai da cozinha.