Nepal

Onde dormir em Nepal

‹ Anterior

de 1

Próxima ›
  1. Hotel Shanker

    Não há lugar algum na cidade que se assemelhe a este antigo palácio Rana – o tipo em que você espera ver um velho príncipe Rana caminhando a passos vagarosos por um dos corredores de madeira. A conversão feita no palácio significa que os quartos são idiossincráticos, com alguns distribuídos em dois andares e com meias-janelas minúsculas, mas todos são confortáveis. Se quiser uma grandiosidade genuína, tem de descer até os salões de refeições e espaço de conferências do Durbar Hall. As colunas da entrada, na neoclássica cor creme, dão para um jardim palacial impecável e a piscina. As diárias incluem café da manhã.

    Nossos autores independentes visitaram o Hotel Shanker e o elegeram como um dos nossos hotéis recomendados em Catmandu.

  2. Kantipur Temple House

    Escondido no final de uma ruazinha nos limites da cidade velha, na extremidade sul de Jyatha, este hotel no estilo dos templos Newari foi construído com atenção meticulosa aos detalhes. Os quartos espaçosos são decorados com bom gosto, incluindo madeira esculpida tradicional, assentos sob as janelas e cobertas de cama dhaka (tecidas à mão) especialmente confeccionadas no esquema de comércio justo. Devido à natureza tradicional do edifício, os quartos tendem a ser um pouco escuros. O hotel está fazendo o melhor para ser ecologicamente correto – os hóspedes recebem bolsas de pano para as compras e água mineral de graça em jarros de bronze (na verdade, não há plástico em lugar nenhum do hotel) está disponível. O novo bloco circunda um pátio atijolado tradicional, e há um jardim e assentos na cobertura. A localização, na cidade velha, é próxima a quase tudo na cidade, mas os taxistas às vezes penam para encontrar o hotel.

    Nossos autores independentes visitaram o Kantipur Temple House and e o elegeram como um dos nossos  hotéis recomendados em Catmandu.

  3. The Dwarika's Hotel

    Em termos de design de estilo e puro romance, este hotel formidável é imbatível – se você vai em lua-de-mel, não precisa procurar mais. Ao logo de 40 anos, os proprietários resgataram milhares de objetos esculpidos em madeira de todo o vale (de edifícios à beira da demolição ou do colapso) e os incorporaram ao design do hotel, que consiste de conjuntos de edifícios Newari tradicionais separados por pátios atijolados. O resultado final é um híbrido belíssimo – um cruzamento de museu e hotel-butique, com um ambiente luxuoso e aconchegante. Cada quarto é único, e alguns têm banheiros sensuais em granito e plano aberto. A localização, numa rua movimentada a leste do centro, uma curta caminhada a sudoeste de Pashupatinath, não é das mais acessíveis, mas é sempre possível encontrar um táxi.

    Nossos autores independentes visitaram o The Dwarika's Hotel e o elegeram como um dos nossos hotéis recomendados em Catmandu.