Natal

Todas em Natal

‹ Anterior

de 1

Próxima ›
  1. Albergue da Costa

    Esse hostel muito simpático tem quartos confortáveis, bom café da manhã, área comum ampla e administração tranquila. Outras atrações incluem uso gratuito de bicicletas e skates, aluguel de pranchas de surfe e atividades sociais regulares (aulas de dança, música ao vivo,
    churrascos etc.). Também há uma escola de surfe e kitesurfe.

  2. Casa de Taipa

    Esse restaurante muito popular, com telhado de palha, é especializado em pratos com a deliciosa tapioca e o cuscuz locais. As tapiocas têm recheios que vão de vegetais e queijos a carne-de-sol ou camarão. A porção de mini tapiocas (com oito) é um arraso. Chegue cedo para evitar filas.

  3. Casa Grande Apart-Hotel

    O Casa Grande oferece ótimos preços (principalmente na baixa temporada, quando caem quase pela metade) por quartos espaçosos a
    três quadras da praia. A maioria tem sacada com rede e alguns oferecem vista para o mar.

  4. Decky

    (entrada R$10) Um dos locais mais populares de Ponta Negra, que atende várias faixas etárias, o Decky oferece rock, blues, jazz ou MPB ao vivo toda noite a partir das 20h30. Aproveite a brisa do enorme pátio ou o ar-condicionado da espaçosa parte interna.

  5. Forte dos Reis Magos

    (Entrada R$3,00) O forte onde Natal começou ainda tem o formato original, de uma estrela de cinco pontas, sobre o recife no bico
    da península no norte da cidade. A vista da cidade, a Ponte Nova e as dunas do outro lado do rio Potengi são fantásticas. O forte tem
    uma capela, um poço, canhões e acomodações de soldados – além do Marco de Touros, uma pedra colocada pelos portugueses em 1501 na
    praia do Marco, próxima a São Miguel do Gostoso, considerada o documento histórico mais antigo do Brasil. Você pode experimentar um
    sorvete de chocolate com pimenta na cantina do antigo presídio. Da praia de Areia Preta (à qual se chega com o ônibus 56 de Ponta Negra),
    um táxi para o forte custa R$12.

  6. Manary Praia Hotel

    Um dos lugares mais encantadores do Nordeste, o neocolonial Manary é decorado com lindas fotos de paisagens naturais tiradas pelo antigo proprietário e criador, Eduardo Bagnoli, e peças de artesanato de bom gosto do mundo todo. Os detalhes são deslumbrantes: o spa de um ambiente só foi mais bem planejado que quase todos os outros spas do Brasil juntos. Para completar, o restaurante, com saladas criativas e frutos do mar maravilhosos, é um dos melhores de Natal.

  7. Praia da Pipa

    A Pipa é um destino mágico no Brasil – as praias imaculadas cercadas por falésias altas, lagoas encantadoras, bom surfe, águas repletas
    de golfinhos e tartarugas, uma boa lista de pousadas, hostels, restaurantes famosos e ótima vida noturna. Era apenas uma vila de pescadores de difícil acesso quando descoberta por surfistas nos anos 1970, e hoje briga com Jericoacoara pelo posto de cidade
    litorânea mais badalada no Nordeste, atraindo uma multidão animada de Natal, João Pessoa, Recife nos fins de semana e feriados,
    além de um punhado de gringos o ano todo. Seu ambiente relaxado, ecológico e atraente para viajantes independentes não mudou e,
    com sorte, pode ser que Pipa seja muito pequena para que um dia mude, a despeito da quantidade de mesas com guarda-sóis e turistas
    espalhados pela costa. Pipa é mínima, mas pode ser difícil você se localizar na chegada. A praia principal é voltada para o norte. Na ponta leste, a costa se curva um pouco para o sul na praia do Amor. A oeste, a baía dos Golfinhos e depois a praia do Madeiro se curvam um pouco para o norte. A pequena rua principal, av. baía dos Golfinhos, segue por cerca de 2km paralelamente à praia principal e à praia do
    Amor, com pequenas ruas que saem em direção às praias ou ladeira acima para o interior. As ruas do interior de Pipa são, do oeste para o leste, Céu, Bem-te-vis, Gameleira, Mata e Albacora (com a Arara saindo da Albacora). Ônibus públicos e vans de turismo param na ponta oeste da av. baía dos Golfinhos; micro-ônibus param na ponta sudeste da mesma avenida.

  8. Republika Hostel

    O bar de iluminação tênue, a área de TV, as redes confortáveis e a cozinha grande e limpa criam uma atmosfera aconchegante para conhecer outros viajantes. O hostel está instalado em uma casa de família repaginada e é administrado pelos jovens primos Sofia e Anderson. Os quartos não têm nada de especial, mas o preço é bom.