Muscat

Complexo do Palácio do Sultão com o forte Al-Jalali, Muscat

Conheça Muscat

Muscat é um porto único, onde pode se encontrar negócios e mercadorias que não existem em nenhum outro lugar do mundo.

Como disse o grande navegador árabe Ahmed bin Majid al-Najdi ,em 1490 (e é verdade até hoje), Muscat possui uma aura bem diferente das capitais vizinhas. Existem poucos prédios altos e até os prédios mais funcionais refletem a arquitetura tradicional, com uma cúpula aqui ou uma janela de arabesco ali. O resultado das políticas rígidas é uma cidade atraente, de arquitetura uniforme e extremamente limpa, muito semelhante à antiga cidade “elegante e com casas requintadas” que o almirante português Afonso de Albuquerque observou quando navegava em direção a Muscat no século 16.

Muscat significa “porto seguro”, e o mar continua a ser muito importante para a economia da cidade: traz turistas em barcos de cruzeiro e mercadorias em containers até os portos históricos de Muscat Antiga e Mutrah; e é o sustento dos pescadores ao longo das praias de Shatti al-Qurm e Athaiba. A refinaria costeira de Qurm também contribui para a economia da cidade. Recentemente, o mar também começou a atrair turistas em Al-Bustan e Bandar Jissah, e ao longo da faixa de areia que se estende quase ininterrupta desde Muscat até a fronteira com os Emirados Árabes Unidos (EAU), mais de 200 km a noroeste.

A inauguração da Royal Opera House em 2011, com espetáculos de nível mundial, ajudou a colocar Muscat no cenário internacional, e a cidade passou a ter uma imagem moderna e aberta. Amada pelos seus habitantes, Muscat continua a ser uma referência para os que vivem no interior e um modelo de calma e tranquilidade em uma região de muitos exageros.   

Última atualização: 26 de Novembro de 2014