Irã

Irã

Apresentando o Irã

Se viajar é mais interessante quando encontramos surpresas pelo caminho, então o Irã deve ser um dos destinos mais surpreendentes do mundo. Se deseja viajar para algum lugar que não está “nem Leste nem a Oeste”, e que seja exótico, fascinante e agradável, continue a ler...

Aos pés do império

Antes de vir para o Irã, você poderia pensar que as razões para visitar a República Islâmica seriam a aventura e toda a herança do grande império persa. De certa forma, você tem razão. Passeando por Esfahan, pela praça de Naqsh-e Jahan, é possível apreciar as cúpulas e minaretes sublimes ornamentadas com azulejos azul-turquesa. Também dá para ver de perto todo o poder e a beleza do império Aquemênida em Persépolis, passear pelas ruas estreitas e telhados terracota de Yazd e visitar a bela e interminável zigurate Elamita em Choqa Zanbil. O Irã irá, com certeza, colocá-lo frente a frente com alguns dos monumentos mais impressionantes da história. E você não encontrará multidões de turistas em nenhum desses lugares, o que é um alívio.

Essas atrações, junto com as típicas casas de chá, feiras movimentadas, desertos cravejados de oásis históricos e cordilheiras de montanhas, dão ao Irã mais do que sua quota de lugares fantásticos para visitar. Mas pensar no Irã só em termos de “atrações” é perder o x da questão.

Redefinindo hospitalidade

Se você gosta de pessoas, vai gostar do Irã. Os simpáticos iranianos fazem parte de uma nação feita de inúmeros grupos étnicos e com influência de milhares de anos devido à ocupação grega, árabes, turca e mongol. Para aqueles que cresceram bombardeados por imagens do Irã como um país sombrio, perigoso e cheio de fundamentalistas fanáticos, descobrir o verdadeiro Irã é uma surpresa sem tamanho. É nesse ponto que surge a pergunta: como um lugar que tem uma fama tão ruim pode ser tão bom?

Por trás dos estereótipos se esconde um país desesperado para ser visto como realmente é, e não como é retratado. Isso não quer dizer que todos os iranianos que conhecer o convidarão para jantar, mas se estiver aberto à ideia, até é provável que o façam. É assim que poderá conhecer de perto a cultura milenar e complexa iraniana em primeira mão. São essas as experiências que vão ficar na memória.

Política e segurança - devo mesmo ir?

Se você toma as suas decisões de viagem com base no que seus amigos e família dizem, provavelmente nunca irá visitar o Irã. Esse é um país cuja política é impossível de contornar. Para a maior parte dos viajantes isso significa pouco mais do que algumas perguntas antes da partida sobre a sua sanidade mental, mas para algumas nacionalidades conseguir um visto pode ser um desafio. Exceto pelos cidadãos norte-americanos, que devem estar sempre acompanhados, viajar pelo Irã por si próprio é fácil e recompensador. Não importa qual sejam os seus planos de viagem, uma visita ao Irã irá mudar a sua forma de ver essa parte do mundo.

Última atualização: 26 de Novembro de 2014