InglaterraDicas e artigos

Inglaterra acessível: dez ótimos lugares para pessoas com necessidades especiais visitar

Mica Bale

A Inglaterra possui algumas das melhores atrações do mundo, naturais ou construídas pelo homem. Para muitas pessoas com mobilidade reduzida ou outro tipo de necessidade, a oportunidade de visitar essas maravilhas pode se mostrar difícil, então, reunimos recomendações de dez lugares maravilhosos, que, por serem acessíveis, podem ser aproveitados por todos.

 

Entre nos biodomos futurísticos do Projeto Eden para uma exibição maravilhosa de plantas e flores © Glenn Beanland / Lonely Planet Images / Getty Images

Projeto Eden, sudoeste da Inglaterra

Uma vez que é a maior floresta tropical coberta do mundo, você espera que o Projeto Eden, em Cornwall, abrigue rara e exótica flora. E ele o faz, em um cenário soberbo, onde há dois imensos biodomos (estufas) em um antigo poço de argila. Além da coleção botânica e do design grandioso, o lugar ostenta uma série de títulos como Prêmio de Turismo Inclusivo da Visit England e recebe calorosamente pessoas com necessidades especiais, oferecendo entrada grátis para cuidadores, diversas cadeiras de rodas manuais ou elétricas e excelentes banheiros. Embora os desníveis dificultem a locomoção com cadeiras de rodas em algumas partes, três rotas principais permitem que todos os visitantes apreciem as exposições; há também um sistema de áudio específico para pessoas com deficiência auditiva, além de tours em áudio e um guia em braile. Uma das atrações mais amadas do Projeto Eden é Caminhada no Topo da Selva, que fornece ao visitante a oportunidade de experimentar o clima tropical e é completamente acessível (exceto a ponte suspensa). Há até uma pista de gelo acessível a cadeirantes e uma tirolesa para quem tem necessidades especiais – ambas atrações são abertas em dias selecionados ao longo do ano (a segunda pode ser aberta uma hora antes mediante pedido na chegada).

Croome Court, Inglaterra central

Inaugurado no século 18 e com o jardim assinado por um dos maiores paisagistas da Inglaterra, Capability Brown, o Croome Court, em Worcestershire, a primeira grande encomenda do artista, é encantadora. Administrada pelo National Trust, a propriedade é um bom exemplo de como organização pode tornar prédios acessíveis. National Trust contratou um especialista em equidade e trabalha junto a visitantes com necessidades especiais e ativistas, a fim de garantir que a propriedade seja a mais acolhedora possível a todos. Com esse objetivo em mente, Croome Court oferece muitas facilidades, de um shuttle adaptado a guias em braile e até uma “escada” que permite cadeirantes visitarem os três andares da propriedade, além de caminhos firmes pelos jardins que facilitam o passeio pelos desenhos de Brown.

 

Exposições fascinantes e acesso facilitado fazem a visita ao Life Science Centre de Newcastle valer a pena © Travel Ink / Getty Images

Life Science Centre, nordeste da Inglaterra

Se você está em busca de um dia educativo em um lugar acessível, o Life Science Centre em Newcastle oferece as melhores instalações para pessoas com mobilidade reduzida. Com facilitado acesso para cadeirantes, todo mundo pode aproveitar as várias exposições, incluindo uma exploração ao nosso sistema solar. Cuidadores podem entrar sem custo e a estrutura do prédio é suave e plana, com elevadores para os diferentes andares, além de espaços designados no Planetário e no Teatro de Ciências. O Science Centre também é adequado àqueles com audição e visão limitadas, com áudios adaptados para aparelhos e guias impressos.

The New Forest, sul da Inglaterra

Localizada no sul da Inglaterra, a New Forest foi declarada área real de caça por Guilherme, O Conquistador, há quase mil anos atrás. Com suaves paisagens e rica vida selvagem, não é difícil entender por que o local ganhou a aprovação do monarca. O lugar continua tão atraente quanto antes, combinando uma variedade de árvores raras, espaços abertos e o icônico pônei de New Forest. Querendo que o parque nacional fosse acessível a todos, a Forestry Commission trabalhou duro para tornar isso possível, construindo estacionamentos e banheiros acessíveis, além de ter hospedagens próximas que acomodam viajantes com necessidades especiais. Claro, o melhor jeito de aproveitar New Forest é explorando a região e houve muitos esforços para que as rotas fossem acessíveis. Experimente a histórica trilha ao redor da Rufus Stone, que dizem marcar o ponto exato onde Guilherme II, também conhecido como Rufus, foi morto. Ou passeie até o Knightwood Oak, considerado o carvalho mais antigo do país.

 

Bournemouth facilita a todos os visitantes aproveitarem um dia à beira-mar © Visit Britain / Getty Images

Praias de Bournemouth, sul da Inglaterra

Os ingleses adoram passear à beira-mar, mas para quem é cadeirante ou possui limitação motora, passear um dia na praia pode ser uma tarefa difícil. Por sorte, um dos balneários mais populares da Inglaterra, Bournemouth, esforçou-se bastante para garantir que sol, mar e areia fossem disponíveis a todos. Pessoas com necessidades especiais podem aproveitar tendas de praia especialmente adaptadas, com espaço para até quatro cadeiras de rodas e acesso a pontos de carga para scooters. É possível alugar cadeiras de rodas com pneus especiais, adaptáveis a diversos terrenos. Para contemplar uma vista panorâmica de Bournemouth, há três elevadores acessíveis, abertos durante todo o verão, que levam o visitante aos penhascos; além disso, há a possibilidade de explorar a cidade no trenzinho também adaptado a cadeirantes. Não se esqueça de aproveitar o passeio pela orla degustando um delicioso fish and chips.

The Chill Factore, noroeste da Inglaterra

Embora esportes como esqui, snowboard e similares tenham, historicamente, sido praticados por pessoas sem deficiência, a Chill Factore, em Manchester, abre caminho para que pessoas com necessidades especiais experimentem a adrenalina dos esportes de inverno. Acomodando visitantes de todas as idades e habilidades, ela trabalha junto à Disability Snowsport UK, a fim de oferecer aos entusiastas da neve a oportunidade de praticar tais esportes e melhorar suas técnicas.

 

Leia a Carta Magna e, então, aprecie a vista da cidade no Lincoln Castle © AndrewScott75 / Getty Images

Lincoln Castle, Inglaterra central

Com altas muralhas, profundas masmorras e localizados no topo de colinas, os castelos ingleses parecem impossíveis de serem acessados por quem tem mobilidade reduzida. Contudo, o Lincoln Castle abre suas portas para todos. Construído no século 11, a fortaleza é um paraíso para os amantes de história, cujo destaque é uma cópia da Carta Magna (há apenas quatro documentos do tipo hoje). Cadeirantes podem visitar todos os andares desse impressionante edifício, graças a elevadores que levam as pessoas às masmorras, à Carta Magna e a um lugar onde é possível fazer uma caminhada sobre a muralha, observando o castelo, a catedral e a cidade. Áudio para pessoas que usam aparelhos auditivos e audioguias – incluindo uma versão em áudio da Carta Magna – contribuem para a experiência. No castelo, você encontra também a Prisão Vitoriana, a qual visitantes com olhos de águia podem reconhecê-la por causa de Downton Abbey. Embora nem todas as celas sejam acessíveis a cadeirantes, a prisão, assim como boa parte do castelo, pode ser acessada de elevador.

Woburn Safari Park, sul da Inglaterra

A maior parte das atrações do Woburn Safari Park, em Bedfordshire, é acessível – há, ainda, um tratamento diferenciado para as pessoas com necessidades especiais. O safari do parque leva os visitantes para ver de bem perto zebras e girafas, lobos e ursos, leões e tigres, além de vários outros animais maravilhosos– todos observados da segurança do próprio veículo, claro. Além disso, o aviário é acessível a cadeirantes.

 

O programa Miles Without Stiles ajuda a tornar lugares como o Yorkshire Dales mais acessíveis a visitantes com necessidades especiais © Miles Ertman / robertharding / Getty Images

Yorkshire Dales, norte da Inglaterra

Conhecido por impressionantes e selvagens paisagens, Yorkshire Dales, no norte da Inglaterra, talvez não pareça um lugar acessível, mas pessoas com mobilidade reduzida podem apreciar uma das melhores vistas do país. Graças ao programa Miles without Stiles há quase 20 caminhadas que podem ser realizadas por cadeirantes sem privar o aventureiro de desfrutar de belas paisagens. O esquema tem se popularizado em outros parques nacionais e áreas de beleza natural, incluindo Peak District, South Downs e Cumbria. Visitantes das Dales podem ver as atrações populares de Aysgarth Falls, Malham Tarn e Hawes, além de uma seleção maravilhosa de outras caminhadas e trilhas ao redor do parque nacional. Combine isso a um tradicional almoço em um pub da região e você terá vivido um dia perfeito.  

Mary Rose Museum, sul da Inglaterra

O Mary Rose Museum, no Porto Histórico de Portsmouth, proporciona ao visitante uma rara oportunidade de conhecer um navio de Guerra Tudor. Orgulho de Henrique VIII, esse famoso navio tem um passado fascinante. Após o dramático naufrágio em 1545, o Mary Rose permaneceu no fundo do Solent por mais de quatro séculos, até ser erguido em 1982 e cuidadosamente restaurado nas décadas seguintes – uma história contada em detalhes na exposição próxima aos restos preservados do navio. Houve um grande trabalho para permitir o acesso a todos a essa importante ruína; boa parte da atração é acessível a cadeirantes e, no local, há assistência especial para deficientes visuais ou auditivos. Além disso, há partes especiais para pessoas claustrofóbicas.

Este artigo foi publicado em Dezembro de 2019 e foi atualizado em Dezembro de 2019.

Inglaterra