Dicas e artigos

Os 10 melhores destinos nos Estados Unidos para 2014

Yosemite National Park: clichê, mas quem liga?

Emily K. Wolman

Planejando férias nos Estados Unidos neste ano, mas com dúvidas sobre o destino? Afinal, o país é bem grande! Pelo quarto ano seguido, os nossos especialistas em viagem vasculharam a terra do Tio Sam para facilitar um pouco essa decisão para você.

Enquanto o guia Lonely Planet’s Best in Travel 2014 (seleção das melhores viagens em 2014 da Lonely Planet) cobre os destinos imperdíveis do planeta, entre os quais Chicago e o estado do Texas, aqui cavamos um pouco mais fundo para trazer à tona os 10 pontos americanos que devem aparecer no radar do viajante neste ano. Há algo para todos os gostos – praia, natureza, cerveja, história, pé na estrada, roletas... – e em todos os cantos do território. Sejam novos destinos emergentes ou favoritos de longa data, esses lugares possuem aspectos recentes ou tradicionais que os tornam ótimos para a sua visita em 2014. Então, seja qual for a sua próxima viagem dos sonhos, aqui você se inspira com os encantos dos EUA.

1. Grand Rapids e Gold Coast do Lago Michigan

Amantes de praias, de cerveja e de arte, todos concordam: há muito a se apreciar no oeste de Michigan neste ano. Grand Rapids, a segunda maior cidade do estado, foi votada o melhor destino de cerveja dos EUA pelo blog Beer Examiner em 2012 e 2013, e a sua revolução no turismo cervejeiro continua. Mais de 25 cervejarias artesanais brotaram na área, e eventos como o Cool Brews Hot Eats e o Winter Beer Festival (ambos em fevereiro), além do Summer Craft Beer Festival (agosto), mantêm a cidade em estado de festa o ano todo. Lúpulo à parte, o segredo da fabulosa cena artística de Grand Rapids finalmente está se revelando. Estão lá esculturas impressionantes de Rodin, no Frederik Meijer Gardens, e o excelente museu Grand Rapids Art Museum, que fica em um edifício estiloso certificado como LEED Gold (de arquitetura sustentável). Grand Rapids é lar, ainda, da maior competição de arte do mundo, a Art Prize, na qual mais de 1.700 artistas expõem as suas obras-primas.

A apenas menos de 50 km dali, estende-se a Gold Coast do Lago Michigan, talvez o refúgio de praia mais surpreendente dos Estados Unidos. Alguns defendem, até, que essas praias ficam pau a pau com as do Havaí e do sul da Califórnia. Ao longo de quase 500 km de praias aparentemente infinitas, temos dunas branquinhas, vinícolas, lojas de antiguidades, pomares e plantações de frutas silvestres, casas de cidra, lugares frequentados por Hemingway – e dá até para surfar. Em Michigan! Então, se você nunca pensou que poderia rumar para o Centro-Oeste para férias de praia, pense de novo.

As nossas principais escolhas(e de todo mundo) são a cervejaria Founders Brewing Company, no mais puro estilo rock’n roll, e a praia Oval Beach, por suas areias fofinhas.

Aqui você encontra mais informações de como explorar Grand Rapids e a Gold Coast.

2. Yosemite National Park, CA

Para a alegria geral da nação, após o fechamento temporário dos parques nacionais devido ao encerramento das atividades governamentais em 2013, os picos majestosos, as cachoeiras barulhentas e as campinas floridas do Yosemite receberão novamente visitantes. Relaxe sob o olhar do monolítico El Capitan and Half Dome ou conquiste vistas deslumbrantes escalando o Inspiration Point e as Yosemite Falls (as cachoeiras mais altas da América do Norte). Com pouca gente (e pouco ar), o interior longínquo e quase intocado do parque tem trilhas que podem ser percorridas por meses. E, no verão de 2014, as comunidades do parque celebrarão o 150º aniversário do Yosemite Grant, tratado assinado pelo Presidente Abraham Lincoln e um precursor do atual National Park System. Esse foi o primeiro ato em que o governo federal abriu mão de um pedaço (enorme) de terra para a preservação por e para as pessoas. Muito obrigado, Lincoln!

Nunca esteve no Yosemite? Veja as nossas dicas de viagem para iniciantes.

3. Boston, MA

Além de estar em pleno preparo para mais uma temporada de seu time de baseball Red Sox, Boston já abrigou, em janeiro,o 100º campeonato de patinação no gelo dos Estados Unidos, no qual foram determinados os participantes das Olimpíadas de Inverno. Na primavera, fãs de esporte – locais e internacionais – irão para a Maratona de Boston. Apesar da preocupação com o atentado de 2013, essa será a segunda maior maratona da cidade da história, com 36 mil corredores. E, quando o verão chegar, chegam com ele as típicas delícias da época: muitos festivais, biergartens, restaurantes com pátios ao ar livre e uma cena artística e de entretenimento fervilhante, que mantêm todos ocupados sob a alta umidade até a invasão das cores de outono. Durante o ano todo, o passado é bem vivo na cidade: siga os passos dos revolucionários fundadores dos Estados Unidos na Freedom Trail (Trilha da Liberdade), parando para assimilar um pouco de história na Bell in Hand Tavern, a mais antiga taverna do país.

Um boa dica de lugar para ficar é o Omni Parker House, um hotel histórico com vista para a Trilha da Liberdade no qual já trabalharam Malcolm X e Ho Chi Minh e se hospedaram Charles Dickens e JFK.

Nosso autor residente na cidade conta o que há de novo em Boston em 2014

4. Central Coast, CA

Muitas vezes negligenciada, já que em geral se voa entre San Francisco e Los Angeles, esse trecho surrealmente lindo da costa do Pacífico é, na verdade,  o melhor da Califórnia. Cidadezinhas tranquilas, a Hwy 1 (uma das rodovias mais icônicas do país) à beira-mar, os penhascos, as grutas escondidas, as colônias de leões marinhos e outros animais, o fantástico Hearst Castle, vilas espanholas, clima agradável (mesmo quando há neblina) e pouca gente. Siga em direção ao interior, para as vinícolas de Paso Robles, com paisagens que concorrem com as de Napa e Sonoma. De volta à costa, após viver a beleza e a energia do trecho de 160 km da costa acidentada de Big Sur, pare no mundialmente conhecido e ecologicamente correto Monterey Bay Aquarium, que celebra o seu 30º aniversário neste ano. (Para fugir das multidões, compre os ingressos com antecedência e chegue no horário de abertura. A exibição de águas-vivas é de outro mundo.)

Há maravilhosas feiras livres em toda a costa. Visite a das tardes de terça e manhãs de sábado em Santa Barbara e a de San Luis Obispo, que se transforma em um verdadeiro evento de rua às quintas à noite.

Faça a melhor viagem de carro de sua vida na Central California Coast.

5. Jersey Shore

Talvez a mais reverenciada parte de Nova Jersey seja a sua praia. Estendendo-se de Sandy Hook ao Cape May, a costa é repleta de cidades-balneário que variam de bregas a classudas. O Furacão Sandy, em 2013, e o recente incêndio na orla de Seaside Heights devastaram a Shore; agora, para que haja uma recuperação total, a temporada de verão de 2014 será muito importante para as comunidades locais. Alguns chegam para se entregar ao estilo cafona do litoral, com muita diversão para toda a família: praias, dunas, faróis, parques de diversão e kart, funnel cake (um doce típico que você precisa experimentar), passeios de bicicleta, pescaria, compras, galerias de arte e muito mais. Fica lotado no verão, mas na primavera e no outono você pode acabar sozinho, belo e folgado em uma linda praia.

Entre os destaques, estão Wildwood, com aquela cara de Estados Unidos dos anos 1950, que possui a praia mais extensa do estado e o avô dos calçadões de Jersey Shore. E, claro, há a lendária prima pobre de Las Vegas: Atlantic City, cujo calçadão de 15 km foi o primeiro do mundo. A diversão encontra seu ponto final no Cape May, bem ao sul, com sua linda arquitetura vitoriana, vastas praias e o único lugar de Jersey onde o sol nasce e se põe sobre a água.

Pós-Furacão Sandy, o centro de Asbury Park está sendo reformado. O antiquário do Antique Emporium de Asbury Park tem dois andares de achados únicos.

Aqui você encontra um portão de entrada para a Jersey Shore.

6. Kansas City, MO

A aberta e hospitaleira Kansas City é famosa por suas 200 fontes (tal qual Roma). Mais de 100 churrascarias alimentam os habitantes locais e os turistas, e o bares de jazz e blues são as âncoras da vibrante comunidade afro-americana. Os bairros intrigantes e ótimos para caminhar aguardam o seu passeio, do distrito de compras de Country Club Plaza, dos anos 1920, ao Crossroads Arts District, que faz jus ao nome e é repleto de arte, e aos atraentes bares e restaurantes de Westport.

Para os que se interessam por história, algo imperdível: é em Kansas City que fica o National WWI Museum (Museu Nacional da Primeira Guerra Mundial). Como 2014 marca o centenário da guerra, ocorrerão celebrações e eventos, e o Liberty Memorial, ao lado do museu, está passando por uma reforma de 5 milhões de dólares para as festividades.

Leve todo o seu apetite em Kansas City, no estado do Kansas, para a churrascaria Oklahoma Joe’s. Clientes literalmente voam para lá só para provar da carne de porco defumada e do filé. Sensacional.

Leia mais sobre arte, jazz e churrasco em Kansas City.

7. Cumberland Island, GA

Um dos lugares menos modernos dos Estados Unidos, a Cumberland Island é mágica. Imagine praias virgens, dunas varridas pelo vento, cavalos e perus selvagens, caranguejos chama-maré, lindas borboletas, tatus, velhos carvalhos, amanheceres de tirar o fôlego... Tudo isso é Cumberland. A maior parte desse paraíso intocado, a maior das Sea Islands (Ilhas Marítimas) em termos de extensão de terra desbravada, é a praia nacional. No lado do oceano, há quase 40 km de praias paradisíacas só para você. O resto são florestas marítimas, pântano, riachos e belas ruínas na mansão Dungeness, antiga propriedade dos Carnegies. O território inteiro é cortado por trilhas – quase 100 km – e pode-se acampar no interior.

A porta de entrada para a ilha é St. Mary, onde fica o terminal das balsas e há também infraestrutura. A praia Stafford Beach tem alguns dos melhores trechos do sul (exceto pela Flórida, claro) e o magnífico e antigo hotel Greyfield Inn abriga os que não querem acampar e o único restaurante da ilha.

8. Las Vegas, NV

Vegas nunca sai de moda, baby. Mas, neste ano, há mais para se descobrir do que o quanto sua conta ficará no vermelho, sobretudo porque essa cidade de fantasia está tentando atrair viajantes econômicos em 2014 (já que o lucro em jogos, por visitante, caiu em 30% desde 2006). Os bairros de Fremont East e Arts District, perto do centro da cidade, estão florescendo e se tornando atraentes por si só; o segundo há pouco se transformou em um centrinho para o pessoal das artes – é ali que os habitantes locais comem e bebem. Muitos novos barzinhos, cafés e galerias de arte – sem mencionar o Burlesque Hall of Fame – dão aos mais animados razões excelentes para se aventurar fora da Strip (a avenida principal). Mas, se quiser ficar nela, vá à mais alta roda-gigante do mundo, a High Roller, que faz parte do novo bairro de compras e entretenimento LINQ, no qual o hotel Ceasers’ Park investiu 550 milhões de dólares e que está previsto para abrir em meados de 2014.

Para mais adrenalina, reserve um tempinho entre uma mão e outra de carteado para um voo no Vegas Indoor Skydiving, ande de kart no Fast Lap e pratique tirolesa no Flightlinez.

Leia as nossas dicas de como aproveitar Las Vegas sem falir a conta bancária.

9. Sun Valley, ID

O turístico Sun Valley, no estado de Idaho, é a alternativa perfeita aos refúgios mais “metidos” do Colorado, sobretudo no verão, quando há menos visitantes e tudo é mais em conta. Acampar, trilhas, mountain biking, pescaria, eventos culturais e ótima culinária não faltam. No inverno,  o esqui espera você na primeira estação de esqui do país, e você ainda pode pegar o teleférico com alguma beldade hollywoodiana em um lugar refinado e bonito, sem lanchonetes de fast food e predinhos todos iguais. Sem multidões e sem filas!

A belíssima localização é tão impressionante quanto a neve, e a comunidade de Ketchum, ali pertinho, preserva a sua autenticidade e beleza rústica apesar das inundações esporádicas. Um pouco mais para frente, Stanley – que pode até ser considerada a cidadezinha mais pitoresca dos Estados Unidos – aninha-se em uma curva do rio Salmon, tornando-a o destino perfeito para raftings emocionantes, com as montanhas Sawtooth (Dente de Serra, um nome bem apropriado) como pano de fundo.

Ernest Hemingway, que está enterrado ali, nutria grande afeição pelo Sun Valley e, ao que consta, completou Por Quem os Sinos Dobram no quarto 206 do Sun Valley Lodge, entre uma pescaria e uma caçada ou outra com amigos como Gary Cooper e Clark Gable.

Quer mais inspiração para se divertir o ano todo no Sun Valley?

10. Lana‘i, Havaí

Esse pedacinho único do paraíso tem praias vazias, mergulho, navios naufragados, petróglifos (!), formações rochosas impressionantes, estradas de terra vermelha, trilhas acidentadas (inclusive para 4x4) e um dos melhores mercados de poke (salada de peixe cru) do estado. As casinhas em tons pastel e o pequeno centro de Lana‘i – sim, existe um – dão uma sensação de isolamento e têm o charme típico de uma ilhota. Também se encontram em plena reforma – e muitos dizem que para melhor. A menor das ilhas visitáveis do Havaí é hoje uma mistura das culturas havaiana e asiática, de piscinas elegantes e praias selvagens e de hospedagens de luxo e outras bem simples. O zilionário Larry Ellison, da Oracle, comprou 98% da ilha em 2012, e os seus planos para Lana‘I irão, pelo que dizem, manter essas diferenças enquanto abrem espaço para resorts de primeira e dobram a população local. Embora alguns temam que Lana‘I se torne um parque de diversões de milionários, ao menos o parquinho será, como Ellison disse, “um laboratório de sustentabilidade” – e partes dele ainda serão acessíveis a viajantes econômicos, mesmo que apenas para excursões de um dia partindo de Maui. Muitos sentem que tudo ficará bem, outros, nem tanto – resta esperar para ver, mas, de qualquer forma, é bom desembarcar lá antes da mudança toda.

E não se preocupe: todo o cuidado vai para a comida, e não para a decoração, no rústico Blue Ginger Café. Os muffins recém-saídos do forno são uma delícia.

Aqui está a opinião de um expert sobre como encontrar o seu ponto de equilíbrio em Lana'i.

 


 

 

Este artigo foi publicado em Março de 2014 e foi atualizado em Novembro de 2014.