Dicas e artigos

Top 10 países para conhecer em 2017

Canadá | Best Countries

 

CANADÁ

 

Animado pela onda de positividade promovida por seu ativo novo líder Justin Trudeau, com cidades dinâmicas que dominam os índices globais de habitabilidade e fama de ser inclusivo e cortês, o segundo maior país do mundo vai celebrar seu sesquicentenário em 2017 gozando de impressionante boa saúde. Comemorando 150 anos desde a confederação, a prolongada festa de aniversário promete ser cheia de boemia e muito acolhedora com os visitantes internacionais. E com o dólar canadense fraco e empurrando os preços para baixo, o visitante estrangeiro vai ter muito dinheiro no bolso para gastar na interessante comida de fusão do Canadá e no vinho misteriosamente subestimado.

COLÔMBIA

 

Cartagena, uma cidade na costa caribenha da Colômbia, é um tesouro da arquitetura colonial | © DC Colombia / Getty Images

Décadas de guerra civil e crimes violentos fizeram dos carimbos colombianos no passaporte uma exclusividade dos viajantes mais ousados. Pule para os dias de hoje, e os anos perdidos parecem só uma fagulha de poeira no espelho retrovisor da Colômbia. Não tem maravilhas mundiais, mas a mistura nacional de cultura vibrante, natureza e hospitalidade é uma tapeçaria rica tecida por braços acolhedores. Mais de uma década depois de sua dramática reviravolta, a joia sul-americana até espera uma visita do católico número um do mundo. Quando o Papa Francisco beijar o solo da Colômbia em 2017, estará marcando a primeira visita papal a uma nação andina em 30 anos.

FINLÂNDIA

 

Praticar o esqui "cross-country" é muito comum na Finlândia | © canada / Shutterstock

Disputada por Rússia e Suécia durante 800 anos, a Finlândia finalmente chegou à independência em 1917. Os finlandeses vão celebrar seu centenário com intensidade, com eventos planejados em todas as regiões. Espere tudo, de shows ao ar livre e experiências culinárias comunitárias a noites de sauna e exposições de antigos pôsteres de viagens. Tem até um novo parque nacional, um pedaço de terra de 11 mil hectares em Hossa, cravejado de florestas de pinheiros e atravessado por rios. Com o país recebendo também o Campeonato Mundial de Patinação Artística e o Campeonato Mundial de Esqui Nórdico este ano, nunca houve momento melhor para descobrir as paisagens e a cultura singular da Finlândia.

DOMINICA

 

Dominica é um refúgio para beija-flores e outros animais selvagens | © gydytojas © Getty Images

Os habitantes dizem que, se Cristóvão Colombo levantasse do túmulo e voltasse ao Caribe, Dominica seria a única ilha que ele ainda reconheceria. Um olhar para suas samambaias pré-históricas e praias ainda desertas, e você vai entender a piada. Por décadas, a ausências de praias brancas ajudou a manter afastada a homogeneização, o desenvolvimento de balneários e a destruição de florestas que varreram outras partes do Caribe. Coqueiros são os únicos arranha-céus que você vai ver aqui. Em 2018, Dominica terá sua primeira grande cadeia de hotéis, o que vai abrir caminho para uma nova era de turismo que a ilha espera com grande animação.

NEPAL

 

Barcos no Lago Pokhara, que fica perto de três das mais altas montanhas do mundo | © Jacek Kadaj / Getty Images

Nem os desastres naturais conseguem derrubar o Nepal por muito tempo. Os terremotos de 2015 causaram devastação, mas o que mais impressiona não é a extensão das perdas, mas quanto ainda restou. Templos históricos desmoronaram, mas outros resistiram com apenas um ou outro ladrilho fora do lugar, e trechos inteiros do pais escaparam de danos graves, inclusive boa parte das populares trilhas de caminhada. O Nepal tem todas as habilidades necessárias para reparar monumentos e infraestrutura, mas precisa de dinheiro. Visitar o Nepal agora e gastar com o povo local vai ajudar uma nação a se reconstruir e renascer ainda mais forte.

BERMUDAS

 

A Crystal Cave oferece aos visitantes um passeio pela história geológica das Bermudas | © Russ Hamilton / Shutterstock

O território britânico das Bermudas é frequentemente confundido com uma ilha caribenha, e os que sabem que isso não é verdade talvez nem corrijam o mal-entendido, só para deixar o lugar para eles mesmos por mais um tempo. A apenas 1046 quilômetros da costa da Carolina do Norte, o território de Bermudas é acessível da maior parte das cidades da costa leste dos Estados Unidos em cerca de duas horas – um pulinho para você ter um pouco da Bretanha misturado ao clima de ilha. Em junho, Bermudas será a sede da Copa América, quando os Estados Unidos defenderão seu título. Climas temperados e ventos favoráveis fazem deste um lugar perfeito para a disputa, e para sua próxima viagem.

MONGÓLIA

 

Gorkhi-Terelj, Parque Nacional da Mongólia , é apenas um dos destaques de um país repleto de paisagens épicas | © GML / Getty Images

Em 2017 a Mongólia vai inaugurar um novo aeroporto na capital, uma obra de arte que simboliza a rápida modernização do país. Ulaanbaatar tem sido a maior beneficiada pelo crescimento econômico, com sua linha do horizonte repleta de torres de vidro e aço. No centro desse empreendimento tem um complexo Xangrilá de 500 milhões de dólares, com conclusão prevista para 2016, composto por um hotel de 290 quartos, um cinema IMAX e um Hard Rock Café. Além da capital está a impressionante área rural da Mongólia, enaltecida pelo Lago Khövsgöl, a Pérola Azul da Ásia. Em 2015 o lago foi ligado a Ulaanbaatar por uma estrada asfaltada, o que reduziu o tempo de viagem em 10 horas.

OMÃ

 

A grande Mesquita Sultan Qaboos | © Ahmed Al-Shukaili / Getty Images

Omã tem sido o ás no baralho da Arábia há muito tempo, mas com mais voos do que jamais houve antes e hotéis requintados aparecendo por todo o lugar, o sultanato parece pronto para impor o próprio jogo outra vez. Acomodações luxuosas, inclusive o premiado duo de Six Senses na Península Musandam e Alila nas Montanhas Hajar, existem por lá há muito tempo, mas propriedades exuberantes de Anantara, Kempinski e outros nomes de muito dinheiro também têm inauguração programada para breve. A explosão da construção civil não para por aqui, no entanto. O Marajá Omá, um parque temático futurista de 120 milhões de dólares voltado para famílias, deve ser inaugurado em 2017.

MYANMAR

 

Templos budistas espalhados pelas planícies de Bagan | © kun / Getty Images

A mudança está demorando a acontecer no país antes chamado Birmânia, mas a eleição do primeiro governo civil em meio século atrai todos os olhares para o futuro. Ninguém está fingindo que todos os problemas de Myanmar desapareceram, mas as coisas caminham na direção certa, e o país mais fechado do sudeste da Ásia está pronto para voltar a receber visitantes. Visitar o país oferece desafios, mas a recompensa é uma janela para uma Ásia que está desaparecendo, onde as dificuldades de viajar fazem parte do encanto, e onde a vida se move no ritmo atemporal dos monges cantores e dos sinos do monastério.

ETIÓPIA

 

Um padre caminhando até umadas igrejas rupestres da Etiópia | © Philip Lee Harvey / Lonely Planet

Com calendário (onde mais você tem 13 meses de sol?), horário, roteiro, idioma, cozinha, igreja e café próprios, a Etiópia é um país tão exótico quanto se pode esperar. E esteja você fazendo uma trilha pelas Montanhas Simien para ver a vida selvagem que não é vista em nenhum outro lugar da Terra, subindo até uma igreja encravada em um paredão isolado em Tigray ou cruzando de barco as águas tranquilas do Lago Tana para visitar um velho monastério, vai ficar emocionado com a beleza da paisagem. Em 2017 novas linhas aéreas vão tornar o país mais acessível que nunca, então, seja o primeiro a embarcar.

Este artigo foi publicado em Outubro de 2016 e foi atualizado em Outubro de 2016.