Dicas e artigos

Festivais do mundo: o que acontece em julho

Fiesta de San Fermin

Festivais são museus de cultura e tradição vivos e dançantes em um mundo cada vez mais globalizado. Para os viajantes, não há melhor maneira de entender um país, pois esses eventos celebram sua individualidade, seja por meio da música, de corridas de cavalo ou de monumentais guerras de comida.

As melhores festividades de julho estão listadas a seguir.


Luta no Óleo de Kirkpinar

Onde: Kirkpinar, Edirne, Turquia
Data: Fim de junho/início de julho
Durante os primeiros tempos expansionistas do Império Otomano, o comandante militar Süleyman Pasa deixava seus soldados relaxarem com lutas entre uma guerra e outra. Em uma memorável ocasião, 40 homens participaram da peleja de uma vez. O dois lutadores mais fortes persistiram após a meia-noite, até que os dois morreram de exaustão.

 

Fiesta de San Fermin (Corrida dos Touros)

Onde: Plaza de Toros, Pamplona, Navarra, Espanha
Data: 6-14 de julho
Romantizada por Ernest Hemingway, a Corrida dos Touros de Pamplona é basicamente uma multidão desenfreada, que expressa bem a paixão típica da personalidade espanhola. Como parte das festividades dedicadas ao santo padroeiro da cidade, San Fermin, centenas de “corredores” aceleram-se por 800 m em frente a um grupo de seis touros ferozes. A Corrida dos Touros permanece um festival controverso, e a Sociedade Mundial Protetora dos Animais divulga campanhas para acabar com brigas de touro e está ligada a organizações espanholas, como a Asociación Defensa Derechos Animal.

 

Rath Yatra (Festival das Carruagens)

Onde: Bada Danda, Puri, Orissa, Índia
Data: 2 de Ashadh Sud no calendário hindu (início de julho)
Apesar da chuva que cai no período de monções na Índia, os hindus do país lotam Bada Danda, a principal festa de Puri, para homenagear a divindade Senhor Jagannatha. A imagem deste avatar (uma encarnação) de Krishna é transportada, assim como as de seu irmão Balabhadra, e a de sua irmã, Subhadra, em três grandes carruagens coloridas.

 

Campeonato Mundial de Carregamento de Esposas

Onde: Praça do Mercado, Sonkajärvi, Finlândia

Data: Primeiro sábado de julho
Desde 1992 é organizado esse festival bizarro, com raízes no costume menos divertido de saquear vilas vizinhas em busca de mulheres. Um grupo de salteadores do século 19 chamado Ronkainen era especialista nessa prática. Hoje, aspirantes a Ronkainens vão se frustrar quando descobrirem que não podem ficar com a parceira ao final, a não ser que sejam realmente suas esposas, claro.

 

Copa do Camelo

Onde: Blatherskite Park, Alice Springs, Northern Territory, Austrália
Data: 14 de julho
Em geral uma localidade em meio ao deserto empoeirado, com ares de cidade de faroeste, “a Alice” explode com dança do ventre, bandas, corridas de carrinhos de mão e, o que é mais importante, corridas de camelo.

 

Naadam

Onde: Ulaanbaatar, Mongólia
Data: 11–13 de julho
O maior festival da Mongólia é uma celebração de “esportes masculinos”. As modalidades principais são arco-e-flecha, luta, corrida de cavalo e, extraoficialmente, beber bacias amargas do amado airag (leite de égua fermentado). Todos os esportes envolvem rituais misteriosos – além da ingestão de álcool, que na verdade não tem nada de complicado: tem ger, uma bebida típica da Mongólia, e vodca. 

 

Calgary Stampede

Onde: Stampede Park, Calgary, Canadá
Data: Começa na primeira sexta-feira após o Dia do Canadá (1º de Julho) e dura duas semanas

Mais para tranquilo oeste do que para velho oeste, a cidade apelidada de “Cowtown”, ou “Cidade das Vacas”, recebe o autointitulado “maior espetáculo ao ar livre da Terra”. Reunindo cowboys convidados do mundo inteiro, a festa de 10 dias tem como destaque um dos maiores rodeios que existem, que oferece 1,6 milhões de dólares canadenses em prêmios em dinheiro.

Festival de Artes Populares de Marrakesh

Onde: Palais el-Badi, Marrakesh, Marrocos
Data: Cinco dias em meados de julho
Com encantadores de cobras e comerciantes tentando atrair turistas que passam pela praça Djemaa el-Fna, a borbulhante Marrakesh parece estar num eterno festival. As cores e o ritmo se intensificam durante o Festival de Artes Populares, quando artistas de todo o norte da África usam a cidade como um palco ao ar livre.

 

Gion Matsuri

Location: Shijo-dori, Quioto, Japão
Date: 17 de Julho
A cultura japonesa muitas vezes confunde o forasteiro, e o desfile flutuante de Quioto, repleto de quimonos, não é exceção. A procissão de barcos yamaboko em 17 de julho relembra um evento de 869 d.C., quando 66 dignitários, cada um representando uma província japonesa, chegou a Quioto para implorar a Gozu Tenno, o deus da praga, que desse trégua à cidade.

 

Festa del Redentore (Festival do Redentor)

Onde: Veneza, Itália

Data: Terceiro fim de semana de julho
Entre 1575 e 1577, uma terrível praga arrasou Veneza, matando 50 mil – um terço da cidade. Quando a epidemia cedeu, o Senado, para agradecer ao Redentor (Jesus) pela resposta às suas orações, construiu a igreja de Il Redentore. A partir daí, passou a ser celebrado esse festival anual.

 

Hemingway Days Festival

Onde: 201 Duval St, Key West, Flórida, EUA

Data: 17-20 de Julho
As tempestades são comuns na subtropical Key West, a ilha mais ao sul das Florida Keys, mas nessa semana você verá mesmo homens de barba branca, e muitos deles. O concurso de sósias de Hemingway atrai 150 candidatos esperançosos, com barbas, peito largo e vozes de trovão ao Sloppy Joe’s Bar, onde o “Papa” passou a maior parte dos anos 1930 virando doses de daiquiri.

 

Festival Mundial de Pintura do Corpo

Onde: Seeboden, Carinthia, Áustria
Data: Penúltimo fim de semana de julho
Um bungee jump que cai de 165 m é uma das atrações desse que é um dos maiores festivais de pintura corporal do mundo. Em 2007, um participante que saltou estava pintado como o Homem-Aranha. Com o tema “caos versus controle”, muitos modelos pareciam um cruzamento entre uma escultura cubista e uma pessoa-árvore do Senhor dos Anéis.

 

Mwaka Kogwa

Onde: Kae Kuu, Makunduchi, Zanzibar
Data: Penúltimo fim de semana de julho
Bater no vizinho com um caule de bananeira não parece uma missão muito saudável, mas no sul de Zanzibar trata-se de um ritual purificador. Ele acontece no Ano Novo Shirazi (Persa), pois é uma tradição que chegou com os imigrantes do Oriente Médio e foi absorvida pelo povo suaíli. Leia mais.

 

 

Beer Can Regatta

Onde: Mindil Beach, Darwin, Northern Territory, Austrália
Data: Domingo no final de julho
Darwin é considerada a capital da cerveja do mundo, e toda aquela sede causada pelo calor tropical leva a um resultado: latas vazias. Após os estragos do ciclone Tracy, em 1974, trabalhadores da construção civil que vieram a Darwin de outras regiões produziram montanhas de latinhas enquanto lutavam contra o clima opressor. Um habitante local achou uma solução para esse problema de lixo: construir barcos com as latas, e ainda organizar uma regata. Leia mais.

 

Womad

Onde: Charlton Park, Malmesbury, Wiltshire, Inglaterra
Data: Último fim de semana de julho
Fundado pelo aficionado em World Music e antigo líder da banda Genesis, Peter Gabriel, os festivais Womad oferecem oportunidades únicas de ouvir a música de vários países, de Mali a Mongólia. Leia mais.

 

Heiva

Onde: To’ata Sq, Pape’ete, Taiti
Data: Fim de junho a fim de julho
Uma celebração da cultura indígena da Polinésia Francesa. A ilha explode ao som dos tambores e com o colorido das fantasias típicas e dos desfiles. Leia mais.

 

Fiesta de Santa Marta de Ribarteme (Festival da Experiência de Quase-Morte)

Onde: Santa Marta de Ribarteme, Las Nieves, Pontevedra, Galícia, Espanha

Data: 29 de julho
É uma estranha terapia em grupo: pessoas do noroeste espanhol que tenham tido experiências de quase-morte entram em caixões. Estes são levados até Santa Marta de Ribarteme, a igreja dedicada à irmã de Maria Madalena. As pessoas no caixão se fingem de mortas ou dão umas espiadas em seus carregadores solenes. Leia mais.

 

Gilroy Garlic Festival

Onde: Christmas Hill Park, Gilroy, Califórnia, EUA
Data: Último fim de semana de julho
Todos os anos, a pequena cidade no condado de Santa Clara abriga o Burning Man do mundo do alho. Mais de duas toneladas de alho fresco são usadas em banquetes aromáticos ao longo do fim de semana. Visitantes da “Gourmet Alley” podem se empanturrar de pão de alho, linguiça de alho, frutos do mar com alho e até sorvete de alho. Cerca de 65 mil porções de comida temperada com alho são servidas. Leia mais.

Quer outros festivais? Aqui está uma lista de outros eventos em julho:

 

Festival Roskilde (Roskilde, Dinamarca; sete dias a partir do último domingo de julho) www.roskilde-festival.dk O Glastonbury da Escandinávia apresenta bandas como Red Hot Chili Peppers para embalar mais de 100 mil roqueiros.  

 

Festival dos Gigantes (Douai, França; início de julho) Um desfile de enormes personagens folclóricos, controlados por grupos de seis pessoas.

 

Festival Nacional das Artes (Grahamstown, África do Sul; duas semanas em junho e julho) www.nafest.co.za Um dos maiores festivais de arte do mundo lota essa cidade universitária de cultura.  

 

Nowhere (Zaragoza, Espanha; um fim de semana no início de julho) www.goingnowhere.org O Burning Man europeu acontece nas montanhas do norte da Espanha.

 

Exit Festival (Novi Sad, Sérvia; 12–15 de julho) www.exitfest.org/en Uma fortaleza sérvia parece um cenário improvável para um festival de música, mas o Exit atraiu nomes de Beastie Boys a Basement Jaxx em 2007.

 

Festival de Esterco de Alce (Talkeetna, Alasca; segundo fim de semana de julho) www.talkeetnachamber.org Habitantes do Alasca de helicóptero tentam acertar esterco de alce num alvo, jogando lá de cima.

 

Dia da Bastilha (França, 14 de julho) Armas e festas agitam a cidade para lembrar a queda da prisão Bastilha – e o início da Revolução Francesa.

 

International Musical Eisteddfod (Llangollen, País de Gales; segunda semana de julho) Músicos de mais de 50 países agitam a vida dos habitantes desta pequena cidade galesa.

 

Festa de Noantri (Trastevere, Roma; primeiro sábado depois de 16 de julho) Uma estátua da Virgem, “pescada” pelas redes dos pescadores, é desfilada em procissão, e a vizinhança inteira celebra com uma festa.

 

Reggae Sumfest (Montego Bay, Jamaica; seis dias em meados de julho) www.reggaesumfest.com Os grandes do reggae, além de reis do hip-hop e do R&B, tocam noite adentro no país de Bob Marley.

 

Virgen del Carmen (Paucartambo, Peru; 16 de julho) Catolicismo e paganismo se combinam nessa procissão da Virgem, com homens em demoníacas máscaras de peixe-lobo.

 

Larmer Tree Festival (Wiltshire, Inglaterra; cinco dias em meados de julho) www.larmertreefestival.co.uk Música, oficinas e carnaval entre pavões e pagodes em jardins encantados.

 

Panafest (Cape Coast, Gana; duas últimas semanas de julho) Uma celebração bienal da Diáspora Africana, com performances como a reprodução da marcha dos escravos.

 

Fiesta de Merengue (Santo Domingo, República Dominicana; última semana de julho) Bandas de merengue transformam a orla do Malecón em uma pista de dança de 7 km.   

 

Dias Medievais (San Marino, Itália; último fim de semana de julho) www.visitsanmarino.com Italianos em roupas de época evocam outra era na república mais antiga do mundo.

 

Festival de Bayreuth (Bayreuth, Alemanha; fim de julho a fim de agosto) www.bayreuther-festspiele.de Fãs de Wagner esperam anos por ingressos para esse festival dedicado ao compositor de O Ciclo do Anel.

Este artigo foi publicado em Setembro de 2012 e foi atualizado em Novembro de 2014.