Dicas e artigos

As 10 regras para hostels: o que você deve ou não fazer quando se hospedar em um dormitório

Hostel

Por Kiki Deere

Hospedar-se em um dormitório com vários desconhecidos pode ser muito divertido, mas mesmo assim traz desafios – a cacofonia dos roncos, casais se beijando e odores ofensivos. Aqui vão algumas dicas úteis para que sua experiência em hostels seja a melhor possível.

 

Não aja como se banheiros compartilhados fossem um spa

Imagine a cena. Depois de ficar mais de quinze minutos no corredor esperando para usar um dos dois chuveiros do hostel, mais quatro pessoas se juntaram à fila. O hóspede irritado à sua frente está batendo na porta. Depois do que parece uma eternidade, a pessoa sai do chuveiro em meio a uma onda de vapor. Mas quando você entra e liga o chuveiro, a água é apenas um gotejo. Por algum motivo, lavar-se com um esguicho de água morna não era a limpeza que você estava imaginando.

Dica: tome banho fora das horas mais cheias (de manhã cedo e tarde da noite) para evitar filas. Se você for o culpado por tomar longos banhos, tente lembrar que seus colegas de quarto igualmente suados também precisam de um banho.

 

Não seja quem se esgueira na madrugada

Um farfalhar quebra o silêncio que finalmente havia tomado conta do seu dormitório. Seu colega de quarto pulou da cama de cima e está promovendo uma série de rituais de empacotamento às quatro da manhã. Um por um, ele separa os tênis, sapatos e chinelos em bolsas plásticas coloridas. Apenas quando ele finalmente sai para pegar o trem que parte de manhã cedo é que o silêncio retorna... Até que uma sinfonia de roncos irrompe do lado oposto do quarto.

Dica: quando o assunto são os barulhos noturnos dos outros, protetores de ouvido podem ser uma defesa e tanto. Caso você seja o barulhento, poupe seus colegas de quarto arrumando as malas na noite anterior, e use uma mochila com um zíper lateral para acessar suas coisas. E se você for conhecido por roncar, tente dormir na posição em que isso tem menos chances de acontecer.

 

Pense duas vezes antes de acender a luz

Você está quase pegando no sono quando alguém acende a luz. Simplesmente por apertar o interruptor, seus novos amigos do hostel acabam de se tornar inimigos. Os hostels são lugares lotados de viajantes exaustos e com jet lag, por isso guerras de interruptor são uma fonte de tensão comum. Se você acabar no meio do fogo cruzado, tente vencer seus colegas de quarto sendo positivo e amigável. Se negociação e cortesia não forem suficientes, tente ver a graça na situação – você contará a história dos seus colegas de quarto grosseiros por semanas, depois do fim da viagem.

Dica: precisa voltar para sua cama depois que as luzes já estão apagadas? Use seu telefone como uma lanterna ou baixe um aplicativo de lanterna (apenas não acenda bem no rosto dos seus colegas). Caso você seja o incomodado com as luzes, tente levar tapa-olhos.

 

Deixe o romance fora do dormitório

Foto por: Marinko Saric/Hemera/ThinkStock

 

Um som nada familiar acorda você, seguido por uma respiração ofegante – o casal na cama ao lado parece ter bebido algumas caipirinhas a mais. Eles estão tentando não fazer barulho, mas soltam uma risadinha e parece que eles estão reencenando o clipe de Bump n’ Grind. Quando os viajantes estão na estrada há algum tempo, é inevitável que o clima esquente. Mas existem lugares melhores para o romance (um hotel-cápsula ou atrás de uma duna?).

Dica: você é culpado por um certo clima de romance no dormitório? Não importa se você acha que é silencioso, pode apostar que seus colegas de quarto estão preparando a pipoca. Mantenha a classe e encontre outro lugar. Caso sejam seus colegas de quarto que estão dançando o tango horizontal, veja o próximo item para encontrar maneiras de desacelerar o romance deles.

 

Soltando gases

Um odor poderoso toma conta do dormitório. Um pum estrondoso acordou o quarto inteiro. Enquanto os outros se mexem desconfortavelmente sob seus lençóis, você se pergunta se deve permanecer onde está, sair do quarto ou acender um fósforo. E você apaga da mente a horrível possibilidade de que você possa ser o culpado...

Dica: somos todos humanos. Mas em ambientes fechados, um “com licença” faz toda a diferença, assim como ficar de quarentena no banheiro caso você tenha tido uma noite especialmente carregada nos feijões fritos. Se você for a vítima, algumas espirradas passivo-agressivas de desodorante aerossol devem funcionar.

 

Mantenha-se vestido

Você está feliz arrumando as malas quando uma forma peluda pula no seu campo de visão: um marsupial perdido ou o abominável homem das neves? Nenhum deles, apenas seu colega de quarto passeando nu por aí. Ver costas excepcionalmente peludas na cama debaixo logo de manhã não era a melhor maneira de começar meu dia quando dividi o quarto com um naturalista em um hostel australiano, e algum tato é sempre necessário ao pedir que não deixem tudo de fora.

Dica: querer “voltar ao natural” não é a mesma coisa que nudez, não importa o seu gênero ou aparência. Seja delicado, já que seus vizinhos possuem níveis de conforto diferentes quando o assunto é a boa e velha nudez – e não se intimide ao oferecer uma toalha a seus colegas exibicionistas.

 

Não seja aquele cara ao telefone

Um toque alto quebra a conversa no início da noite, criando uma onda de revirar de olhos pelo ambiente. Seu colega de quarto inspeciona a mochila freneticamente. O toque alcança um crescendo de vibrações e pequenos bipes. Eventualmente, ele encontra o celular e deita animado para falar com a família.

Dica: deixe seu celular no modo silencioso, especialmente à noite. E se você for atender, vá para fora do quarto. Pode ser importante para você, mas ninguém quer seu momento de socialização (ou sono) interrompido pelo que seu tio Max tem a dizer sobre o que está acontecendo em casa.

 

Não seja o porcalhão do quarto

Foto por: Clicknique/iStock/ThinkStock

 

Sua colega de quarto está comendo o quinto pacote de salgadinho deitada na cama, com fones de ouvido e o roupão enrolado. Uma sutil onda de farelos cai quando ela sacode as mãos e se deposita sobre a pilha de toalhas, guias de viagem e fios que ela jogou no chão. Aquelas lições sobre asseio que você ignorou quando era mais novo? Elas estão de volta para te assombrar.

Dica: armários dentro dos quartos são enviados pelos céus quando o assunto é guardar suas posses em apenas um lugar – use-os e leve seus colegas de quarto na direção deles. Se isso falhar, comentar em voz alta sobre como você sempre quis fones de ouvido como aqueles é uma boa maneira de fazer seus colegas de quarto guardarem os pertences deles.

 

Não espalhe suas roupas

A comedora de salgadinhos está de volta. E dessa vez ela tem roupa suja. Ela larga os equipamentos de caminhada recém lavados pelo quarto, sutiãs pendurados na cabeceira da cama e coloca as meias no parapeito da janela. Como se o cheiro de mofo não fosse o bastante, um par de tênis úmidos acaba de cair no seu travesseiro. Perfeito.

Dica: a maioria dos hostels possui salas onde os hóspedes podem pendurar suas roupas molhadas. Não seja tímido na hora de avisar seus colegas de quarto caso as peças íntimas deles estejam decorando o seu espaço. Se o varal estiver cheio, é um gesto gentil dobrar as roupas das outras pessoas (ao invés de jogá-las de lado) antes de pendurar as suas.

 

Sem situações embaraçosas

Foto por: MM Productions/Photodisc/ThinkStock

 

Você acabou de voltar de uma longa caminhada nos Andes peruanos e está se coçando (literalmente) por um banho. Você pega o xampu, tenta alcançar a toalha e – suas mãos encontram o ar. Alguém pegou sua única toalha. Apesar de ser possível pegar algo emprestado de alguém com consentimento, pegar sem a permissão deles já é outra história.

Dica: sua bússola moral sabe a diferença entre usar um pouco do xampu de alguém em momentos de desespero e pegar algo que não é seu (observação: aquela toalha provavelmente tocou áreas que você não gostaria de chegar perto). Se você precisa de algo emprestado, peça. E tente manter seus próprios pertences fora de vista.

Este artigo foi publicado em Março de 2015 e foi atualizado em Março de 2015.