França

Atividades em França

‹ Anterior

de 1

Próxima ›
  1. Ande pelo subterrâneo

    Nas profundezas de Vieux Lyon e Croix Rousse, escuras e sombrias traboules (passagens secretas) ziguezagueiam em meio a prédios e sob ruas até diversos pátios. São 315 passagens que ligam 230 ruas num total de 50km.
    Algumas traboules da velha Lyon datam de tempos romanos, mas a maioria foi construída por canuts (tecelões de seda) no século 19 para o transporte da seda em condições climáticas adversas. Também foram úteis aos combatentes da Resistência durante a Segunda Guerra Mundial.
    As traboules (termo derivado do latim trans ambulare, “passar através”) genuínas ligam uma rua a outra, muitas vezes seguindo caminho até fabulosas escadas em espiral. Passagens que dão para pátios ou becos sem saída não são traboules, e sim miraboules (dois dos melhores exemplos estão no número 16 da rue Boeuf e no número 8 da rue
    Juiverie, ambas em Vieux Lyon). As mais célebres traboules de Vieux Lyon incluem as que ligam os endereços 27 rue St-Jean e 6 rue des Trois Maries; 54 rue St-Jean e 27 rue du Boeuf (aperte o interfone para abrir a porta); 10 quai Romain Rolland e 2 place du Gouvernement; 17 quai Romain Rolland e 9 rue des Trois Maries; e 31 rue du Boeuf e 14 rue de la Bombarde. Entre no mundo subterrâneo de Croix Rousse no número 9 da place Colbert, cruze o
    cours des Voraces – conhecido pela escadaria monumental que ziguezagueia por sete andares – e saia no número 29 da rue Imbert Colomès. Outras incluem as que ligam os endereços 1 place Colbert a 10 montée St-Sébastien e 9 place Colbert a 14bis montée St-Sébastien; e as várias passagens na rue des Capucins – nos números 3, 6, 13, 22 e 23.
    O escritório de turismo de Lyon tem mais informações e inclui traboules em muitos de seus passeios guiados.

  2. Hammam de la Mosquée de Paris

    Massagens no estilo hammam custam 1 euro por minuto e vêm em pacotes de 10, 20 ou 30 minutos. Se você gosta de esfoliações corporais e chá de menta, faça a massagem formule. Leve roupa de banho e alugue uma toalha ou roupão.

  3. Jogg’in City

    (passeio de 1 hora para 1/2/3/4 ou mais pessoas €70/40/30/25) Corredores (acima de 18 anos) podem admirar a cidade em um trajeto de 5km a 6km.

  4. Odysseum

    (adulto/criança €12,50/9) Esse complexo de lazer possui rinque de patinação no gelo, planetário, cinema com várias
    salas e o Aquarium Mare Nostrum (adulto/criança €12,50/9; 10-19h, 20h ou 22h), que abrange 15 ambientes aquáticos diferentes, de águas polares a florestas tropicais.

  5. Opéra-Comédie

    Os ingressos para os teatros de Montpellier são vendidos na bilheteria da Opéra-Comédie.

  6. Paris à Velo, c’est sympa!

    Andar de bicicleta em Paris é uma forma prática e romântica de passar por dezenas de monumentos. Essa empresa aluga bikes e ainda organiza passeios temáticos por Paris.

  7. Patinação

    Patinadores se reúnem em Bellecour para passeios em grupo pela cidade toda sexta-feira às 20h30 (12km, 1h e 15min) para aqueles com menos experiência (embora você precise saber parar!), e às 22h para os fanáticos por velocidade
    (25km, 1h e 30min).

  8. Piscine Joséphine Baker

    Franceses têm por hábito frequentar piscinas públicas. Essa linda piscina é puro estilo (o nome é uma homenagem à sensual cantora afro-americana dos anos 1920), e o lugar serve tanto para nadar quanto para ver e ser visto. No verão, o teto fica aberto.

  9. Torre Eiffel

    Embora 7 milhões de pessoas subam na mais famosa torre do mundo todos os anos, seria difícil alguém dizer que essa não é uma visita única. Há muitas formas de vivenciá-la, subindo-a pelas escadas, pelo elevador, de dia ou à noite (quando luzinhas piscam de hora em hora).

    Seu nome é uma homenagem ao homem que a projetou, Gustave Eiffel, para a Exposition Universelle (Exposição Universal) de 1889, e ela foi construída como celebração ao centenário da Revolução Francesa.