EuropaDicas e artigos

5 lugares imperdíveis na Normandia e Bretanha

Etretat, Normandia

No centro da história da França há 1.000 anos, a região da Normandia tem inúmeras atrações icônicas, desde os icônicos pináculos de Mont St-Michel e o épico trabalho manual da Tapeçaria de Bayeux às praias do Dia D. Também é o berço de alguns dos queridinhos do país, como o queijo Camembert e a forte bebida alcoólica Calvados, com sabor de maçã. Do outro lado da fronteira, a Bretanha ainda é governada pela própria cultura, língua e forte espírito Celta. Essa região tem a costa mais escarpada da França, e também uma vasta coleção de monumentos pré-históricos, châteaux medievais e cidades atemporais, inclusive a cidade corsária St-Malo e sua linda capital de enxaimel, Quimper.

Graças aos nossos guias, separamos 5 lugares que você não pode deixar de ver por lá:

 

Mont St-Michel

 

 

Mont St-Michel e o rio Couesnon (foto: ©Justin Foulkes/Lonely Planet) 

 

Seu charme está nos marais (pântanos de sal) e na vista imensa –  mágica e misteriosíssima, que lembra de algum modo a  travessia do Mar Vermelho. Peregrinos andam por essas areias desde o século 8.

 

Giverny

 

 

Jardins de Monet (foto: ©anna coloma/Lonely Planet) 

Descubra seu impressionista interior no vilarejo de Giverny, onde Claude Monet viveu e trabalhou por 43 anos cercado de jardins e lagos que inspiraram suas pinturas mais celebradas. Também é o endereço de um museu que explora o trabalho de impressionistas na França - além de ideal para uma viagem de um dia saindo de Rouen ou Paris.

Tapeçaria de Bayeux

Viaje mil anos com a antiquíssima Tapeçaria de Bayeux, que conta a história da invasão normanda à Inglaterra em 1066. Acredita-se que foi encomendada pelo bispo Odo de Bayeux, meio-irmão de Guilherme, o Conquistador, para a inauguração da catedral de Bayeux, em 1077, mas não há um consenso sobre onde ela realmente foi feita.

Megálitos de Carnac

 

 

(foto: ©Justin Foulkes/Lonely Planet )

 

Se sua imaginação se inflama com história antiga, você não pode perder Carnac. Composto por 3000 menires arranjados em linhas paralelas de mais de 6km de um extremo ao outro, é um dos mais monumentais projetos pré-históricos do mundo. Ninguém conseguiu dar uma explicação definitiva para como, exatamente, – ou por que – o monumento foi construído. Mas o mistério megalítico é parte da diversão.

 

St-Malo

Cidades litorâneas não podem ser muito mais espetaculares que St-Malo, cercada de muralhas de defesa projetadas pelo grande arquiteto medieval Vauban durante o século 18. Apesar de ter sido seriamente danificada na Segunda Guerra, St-Malo foi restaurada de maneira impecável ao longo do último meio século; não deixe de dar um passeio ao longo dos parapeitos e embarcar em um cruzeiro até Dinard, ali perto.

Este artigo foi publicado em Setembro de 2015 e foi atualizado em Setembro de 2015.

Europa

Destaques