EuropaDicas e artigos

O que não pode faltar no seu roteiro europeu

Mesquita de Córdoba

A Europa oferece mais experiências inesquecíveis do que qualquer outro lugar do planeta. De sítios neolíticos e ruínas gregas a catedrais góticas e castelos prestes a desmoronar, cruzar a Europa é como dar de cara com as imagens de um livro de História. Mas o velho continente também conhece o lado bom da vida. E está sempre disposto a deixar você fazer parte da festa. É um lugar onde você pode ser indulgente com suas papilas gustativas, alongar seus músculos, fazer compras e dançar até amanhecer – tudo no mesmo dia, se assim desejar. E o melhor de tudo: o próximo país está sempre a uma curta distância. Veja o que não pode ficar de fora do seu roteiro europeu.

Cerveja e chocolate belgas

Bruxelas está repleta de Chocolateries como essa
Foto por: Catherine Yeulet/iStock/ThinkStock

 

A Bélgica tem uma cerveja para cada estação. Das mais fortes às saborosas e artesanais trapistas, a variedade é excepcional e não faltam locais para prová‑las – nas cervejarias de Bruxelas ou nos cafés à beira‑rio de Bruges e Ghent. Quem é louco por doces encontra muitas lojas que vendem os deliciosos chocolates pelos quais a Bélgica é famosa, dos pralinês que derretem na boca até bombons alcoólicos de licor.

 

Viena imperial

O Palácio de Hofburg, símbolo da história austríaca
Foto por: 
TomasSereda/iStock/ThinkStock

 

O monumental e gracioso Hofburg leva você de volta à era dos impérios de Viena, com as coroas imperiais do tesouro, o balé equino da Escola de Equitação Espanhola e os apartamentos iluminados por candelabros da imperatriz Elisabeth. O palácio, um legado da era Habsburgo, rivaliza em grandiosidade apenas com o Palácio Schönbrunn de 1,4 mil quartos, considerado patrimônio da humanidade pela UNESCO, e com o barroco Schloss Belvedere, ambos com jardins primorosos.

 

Mesquita de Córdoba

Interior da lindíssima Mesquita de Córdoba
Foto por: Mariusz Prusaczyk/iStock/ThinkStock

 

Fundada em 785, a gigantesca mesquita de Córdoba é um maravilhoso híbrido de arquitetura; os delicados arcos em ferradura fazem dela um lugar único na Espanha. A entrada principal é pela Puerta del Perdón, um portal Mudéjar do século 14, com a bilheteria logo na entrada. Também dentro do portal está o chamado Patio de los Naranjos (Pátio das Laranjeiras). Você pode ver em frente o mihrab, nicho de oração da qibla (a parede que indica a direção de Meca) de uma mesquita. Os primeiros doze corredores transversais dentro da entrada, uma floresta de pilares e arcos, completam a mesquita original do século 8.

 

Santorini

As vilas e paisagens paradisíacas de Santorini
Foto por: paulshark/iStock/ThinkStock

 

A idílica ilha grega de Santorini vai atrair sua atenção e você não vai conseguir esquecê-la. A caldeira submarina é cercada de rochedos formados por lava; vilarejos sobre rochas lembram uma cobertura de açúcar de confeiteiro. Para aproveitar melhor uma das maiores maravilhas naturais do mundo, o bom é caminhar pelos picos, da cidade principal de Fira até o vilarejo de Oia, no norte. A precariedade e a impermanência do local são de tirar o fôlego. Recupere‑se desse esforço com uma cerveja Mythos geladíssima em Oia, enquanto aguarda o famoso pôr do sol.

 

Vida noturna de Londres

Westminster à noite também é uma parada imperdível para quem quer conhecer Londres
Foto por: Davis McCardle/Digital Vision/ThinkStock

 

Teatros mundialmente famosos, cinemas históricos, espaços icônicos, boates underground – a animação de Londres chega a seu máximo à noite, melhor momento para sentir a pulsação da capital do Reino Unido. Assistir a um musical ou a uma peça em West End é o que a maioria das pessoas faz, mas esse é só o começo da vida noturna de Londres: você pode se unir à plateia do Shakespeare’s Globe Theatre, assistir a um blockbuster na Leicester Square, ou vivenciar a alta cultura na Royal Opera House. A única dificuldade é saber a hora de dormir.

 

Alhambra, Granada

Pátio interior do Palácio Nazaríes
Foto por: Ivan Bastien/iStock/ThinkStock

 

O complexo palaciano de Alhambra talvez seja o exemplo mais refinado de arte islâmica do mundo. É símbolo dos duradouros oitocentos anos de domínio mouro, em uma região então conhecida como Al-Andalus. De longe, as torres vermelhas da fortaleza de Alhambra dominam o horizonte de Granada, contra os picos nevados de Serra Nevada ao fundo. De perto, os jardins de Generalife, perfeitamente proporcionais, complementam os detalhes lindíssimos do Palácio Nazaríes. Resumindo, é o mais belo monumento espanhol.

 

Canais de Amsterdã

Reflexo dos prédios ícones de Amsterdã nas águas dos canais
Foto por: Sergey Borisov/iStock/ThinkStock

 

Dizer que o povo de Amsterdã ama a água é um eufemismo. A cidade fez fortuna com o comércio marítimo, mas isso ficou no passado. Você pode caminhar perto dos canais e conferir as mais de 3,3 mil casas‑barco – ou, melhor ainda, passear em uma delas. De barco, é possível ver um conjunto de detalhes arquitetônicos e a ornamentação das pontes. E quando passar pelos terraços dos cafés à beira do canal, você pode olhar para cima e acenar.

 

Jungfraujoch

Vista dos picos de Jungfraujoch
Foto por: alice-photo/iStock/ThinkStock

 

Viajar pela Suíça costuma ser uma aventura de cenários intermináveis, já que cada curva da estrada descortina um novo panorama estonteante. Mas se você está atrás da vista alpina definitiva, então Jungfraujoch com certeza é uma parada obrigatória. Um trem que desafia a gravidade apita enquanto sobe até o terminal ferroviário mais alto da Europa (a 3.471m), revelando uma vista inesquecível de pináculos congelados, picos afiados e glaciares fulgurantes. Use roupas quentes, óculos escuros e não se esqueça da câmera.

 

Esta matéria faz parte do guia Descubra a Europa, da Lonely Planet.

Este artigo foi publicado em Maio de 2015 e foi atualizado em Maio de 2015.

Europa

Destaques