Escócia

Escócia

Por que ir?

Sul da Escócia

Para muitos, o sul da Escócia é o lugar por onde você dirige o seu carro a caminho das grandes cidades de Glasgow ou Edimburgo, ou até para pontos ainda mais ao norte. Grande erro, pois na verdade significa visitar muitos lugares tranquilos. A proximidade do sul com a Inglaterra provocou muitos conflitos, mas as ruínas das abadias e dos castelos que protegiam as fronteiras tornam esses locais históricos maravilhosamente nostálgicos. O montanhoso oeste desfruta de extensiva cobertura florestal; as colinas descem em efeito cascata até a costa arenosa, abençoada com o clima mais ensolarado da Escócia. Visível em alto-mar, Arran é uma joia de ilha que oferece ciclismo e caminhada de primeira.
A principal atração da região, porém, é urbana. Glasgow, maior cidade da Escócia, é um lugar fascinante e cheio de vida.
Os locais se orgulham de suas origens na classe trabalhadora, do humor negro e das tradições esquerdistas, e a cidade combina arte, arquitetura, ótima comida, vida noturna, estilo, urbanidade nervosa e a lendária cordialidade das pessoas em uma cativante mistura que vai deixar você querendo mais.

 

Stirling e Escócia Central

Cobrindo desde os pastos verdejantes do nordeste até as paisagens montanhosas de Glen Lyon, desde a urbana Dundee
até a longínqua Mull Kintyre, a Escócia Central é mais um termo abrangente para tudo aquilo que fica entre as Lowlands
e as Highlands do que uma região geográfica. Tudo o que você sempre sonhou em relação à Escócia pode ser encontrado aqui: lochs (lagos de água do mar) em abundância, desde o romântico Lomond aos pitorescos Trossachs; castelos, do monárquico Balmoral ao nobre Stirling; whiskies (dos melados de Speyside aos turfados de Islay); e ilhas, de Jura, atmosférica e pontilhada de veados, à verdejante Iona, berço do cristianismo escocês.
Os que gostam de atividades fisicas estão bem servidos com uma profusão de montanhas para escalar e algumas das melhores trilhas de longa distância da Grã-Bretanha. Não faltam escolhas aos ciclistas e praticantes de caminhadas, com
um cenário que vai desde as imponentes Florestas de Perthshire às montanhas acidentadas de Argyll, das vilas de pescadores de Fife aos cenários épicos de Mull.

 

Inverness, Highlands do norte e ilhas

A vasta melancolia escocesa está aqui, uma terra épica cuja beleza deixa impressões inapagáveis nos corações de quem as vê. Névoa, turfa, whisky, urze... e noites de verão longas e abençoadas pelo sol, que compensam pelos vários dias de garoa.
A capital da região, Inverness, tem ao fundo as montanhas rochosas de Cairngorm, que atraem esquiadores e caminhantes
para as suas encostas. Mais ao norte, pedras antigas são o testamento deixado por construtores pré-históricos em Caithness e, no outro lado do mar, nas ilhas de Orkney e de Shetland – onde o vento mantém a vegetação rasteira –, o isolamento propicia um recanto para aves marinhas e outros.
O cenário mais épico – você precisa de uma orquestra de fundo para lhe fazer justiça – fica no extremo noroeste e continua
até Skye, onde a poderosa Cordilheira de Cuillin paira com seus picos dentados ao pôr do sol. Mais além, as Hébridas Exteriores oferecem as melhores praias da nação e o vislumbre de um estilo de vida tradicional.

Última atualização: 27 de Maio de 2014