Cidade do CaboDicas e artigos

Dez atividades gratuitas na Cidade do Cabo

Lucy Corne

Cidade do Cabo é tão acessível quanto qualquer outra grande cidade do mundo. Comer fora é relativamente barato (para os padrões europeus e norte-americanos), e muitos dos museus e atrações da região cobram apenas uma taxa modesta de entrada. Caso deseje economizar ainda mais, há maneiras de experimentar a arte, cultura e beleza natural da “Cidade Mãe” sem abrir a carteira, sobrando mais dinheiro para gastar experimentando a cozinha local, comprando lembranças ou apoiando um dos muitos projetos de turismo comunitário.

 

Vista panorâmica de Lions Head, Signal Hill, Robben Island e Cidade do Cabo do topo da Table Mountain © Renee Vititoe / 500px

1. Suba a Table Mountain

Muitas pessoas que chegam à Cidade do Cabo deslizam para o topo da Table Mountain com o teleférico, mas fazer a subida a pé é, além de mais barato, uma ótima maneira de conhecer essa atração turística. A trilha mais popular é a Platteklip Gorge, uma subida íngreme de 2,5 horas, que exige bastante dos joelhos na descida. Há, no entanto, várias trilhas na região menos irregulares, como a que dura duas horas até a Elephant’s Eye Cave. Se quiser a trilha com a melhor vista da Table Mountain, junte-se às hordas subindo pela Lion’s Head, uma caminhada curta, mas íngreme, que envolve se segurar em correntes e escadas para chegar ao topo. Nunca a faça sozinho e peça conselhos aos locais sobre segurança, já que há notícias de assaltos em certas trilhas.

2. Explore o parque urbano de Green Point

Esteja você interessado na flora local, ou em manter a forma, ou fazer um piquenique no gramado, ou treinar em uma academia selvagem, saiba que o parque Green Point lhe oferece meio dia de entretenimento gratuito. O parque, reformado quando a África do Sul recebeu a Copa do Mundo FIFA em 2010, agora é tanto um lugar para pedalar, correr e caminhar como um museu a céu aberto com placas informativas, detalhando a notável biodiversidade do Cabo Ocidental.

 

A Fundação Norval contém muitas obras, tanto do lado de dentro de suas paredes quanto do lado de fora, no jardim de esculturas © Monica Suma / Lonely Planet

3. Visite a Fundação Norval

Normalmente, essa galeria de arte contemporânea privada é uma das atrações mais caras da cidade, mas, às terças-feiras, o acesso às exposições e ao jardim de esculturas é gratuito. Esse enorme e austero edifício abriga várias galerias que recebem exposições temporárias de artistas africanos. O jardim é um lugar maravilhoso para passear, onde pássaros dos pântanos e plantas locais encontram peculiares estátuas que brotam do chão.

 

As cabanas coloridas na praia de Muizenberg, na costa do Atlântico © Ariadna22822 / Shutterstock

4. Passeie em Muizenberg

Após um projeto de revitalização que durou uma década, a orla de Muizenberg é agora um lugar a ser abraçado, em vez de evitado. Assim que conhecer os restaurantes, as lojas de surfe e as cabines de banho vitorianas, siga o trajeto sinuoso da costa por 10 maravilhosos quilômetros. Faça uma pausa para nadar nas piscinas naturais em St James, dê uma olhada nas lojas de antiguidades na Kalk Bay’s Main Road e termine o dia com um mergulho no mar da adorável praia de areia branca de Fish Hoek.

 

A arquitetura colorida de Bo-Kaap © espiegle / Getty Images

5. Aprecie a arquitetura

Há muito o que ver no centro da Cidade do Cabo se você for um apaixonado por arquitetura. No topo da maioria das listas, estão as icônicas casas de Bo-Kaap, cujos moradores estão acostumados a ter suas casas coloridas fotografadas. A uma curta caminhada, estão as fachadas art déco emoldurando a Greenmarket Square – sempre fervendo graças ao mercado de artesanato que acontece ali diariamente. A algumas quadras a sudeste, você encontrará o eduardiano prédio da prefeitura com vista para a frenética Grand Parade. A partir daqui, são dois minutos de caminhada até o edifício mais antigo da cidade, o Castelo da Boa Esperança, construído no final do século 17.

 

Vale um passeio pelo sombreado mercado da Greenmarket Square © Ariadne Van Zandbergen / Lonely Planet

6. Faça um walking tour

Várias companhias oferecem walking tours gratuitos pela cidade. Alguns passam por pontos famosos, como a Greenmarket Square, o Company’s Gardens, Bo Kaap e Grand Parade; outros oferecem uma visão diferente a cidade, como o Taste of Cape Town, que o permite experimentar petiscos tradicionais, visitar galerias e conhecer artistas de rua. Embora os passeios sejam gratuitos, é esperada uma gorjeta para o guia.

7. Visite o parlamento

A histórica política da África do Sul é tão fascinante quanto tumultuada, e o tour gratuito no parlamento lança luz sobre alguns acontecimentos, além de explicar como o sistema parlamentar do país funciona. Quando o passeio terminar, admire a fachada do prédio do século 19 bem como o muito fotografado busto de Nelson Mandela. Os tours acontecem apenas nos dias de semana e devem ser reservados com antecedência. Certifique-se de trazer o seu passaporte para poder entrar no prédio do parlamento.

 

Estátuas dos quatro ganhadores do Nobel sul-africanos, na V&A Waterfront's Nobel Square © Simon Richmond / Lonely Planet

8. Embarque na Nelson Mandela Gateway

Situado em V&A Waterfront, a Nelson Mandela Gateway é o ponto de partida das balsas para Robben Island. Se você estiver economizando, não gosta do mar ou sua viagem foi cancelada por mau tempo, vale a pena dar uma olhada no centro de visitantes, cuja entrada é gratuita. Aqui você encontrará informações sobre a luta contra o Apartheid, com foco, é claro, nas ações de Nelson Mandela.

 

A Sea Point Promenade segue ao norte, até o topo da Lions Head © michaeljung / Shutterstock

9. Passeie pela Sea Point Promenade

Em noites quentes, o largo caminho que contorna o oceano Atlântico fica repleto de pessoas passeando com cachorros, andando de skate, tomando sol e empinando pipas. Se a vista do mar não for motivo suficiente para visitar o local, há intrigantes instalações de arte, academias a céu aberto e muitos lugares para as crianças brincarem. Quando o tempo está bom, há também um ponto de pouso para os paragliders que saltam da Lion’s Head.

 

Company's Gardens, Deville Wood Memorial e South African Museum © Ariadne Van Zandbergen / Lonely Planet

10. Perca-se em Company’s Garden

Há muitos parques e jardins gratuitos magníficos na Cidade do Cabo, mas esse é o mais antigo e, de longe, o mais popular. No século 17, o Company’s Garden funcionava como uma horta para a holandesa Companhia das Índias Orientais, e um pequeno canteiro de verduras lembra hoje esse propósito original. Há também aviário, jardim de rosas, pequeno centro de informações, alguns monumentos grandiosos e incontáveis esquilos. Na extremidade do parque, você encontra museus, galerias e o impressionante prédio do parlamento.

Este artigo foi publicado em Janeiro de 2020 e foi atualizado em Janeiro de 2020.

Cidade do Cabo