Buenos Aires

Todas em Buenos Aires

  1. Hotel Fossard

    Esse hotel intimista é uma pequena joia. Tem 24 quartos (pequenos, mas agradáveis) com pé-direito alto num charmoso edifício antigo. A localização é ótima: a um quarteirão dos calçadões das ruas Florida e Lavalle.

  2. Jardín Japonés

    Inaugurado em 1967 e então doado à cidade em 1979 (no centenário da chegada dos primeiros imigrantes japoneses), o Jardín Japonés é um dos jardins mais bem cuidados da capital – e é um excelente lugar para descanso. No interior, há um restaurante japonês e lindos lagos de carpas com belas pontes. A casa de chá é ótima para fazer uma pausa, e há bonsais à venda. A cultura japonesa pode ser vivenciada em exposições ocasionais e oficinas de ikebana, haiku, origami, taiko (tambor japonês), entre outros eventos.

  3. La Bombonera

    O estádio La Bombonera é o lar do Boca Juniors – ex-clube do decadente gênio Diego Armando Maradona. Você pode ver o campo pelo Museo de la Pasión Boquense. É difícil conseguir ingresso para jogos – é melhor tentar em agências de turismo ou viagens como a Tangol.

  4. Lo de Joaquin Alberdi

    Rótulos argentinos para todos os gostos e bolsos enchem as prateleiras e a adega dessa atraente casa de vinhos. Atravesse a rua e visite a loja irmã, a Cabernet, para degustar uma boa taça de Malbec no agradável terraço.

  5. Loft y Arte

    Para quem busca ambientes espaçosos, segurança e ótimo atendimento, esse local sofisticado é imbatível. Os mais de vinte apartamentos com móveis contemporâneos e elegantes têm uma pequena cozinha, sala de jantar e serviço de limpeza diário. Alguns são dúplex. Um é diferente do outro, e a decoração é de bom gosto. Faça a reserva com a maior antecedência possível, pois a procura é grande.

  6. London City

    Esse café histórico e cheio de classe (em reforma durante a pesquisa) serve os amantes do café há mais de 50 anos e alega ser o local onde Julio Cortázar escreveu seu primeiro romance. Sua maior dificuldade ali será escolher o que comer para acompanhar o cafezinho fresco.

  7. Materia Urbana

    Essa inovadora loja de design mostra o trabalho de mais de 100 artistas locais. Entre as peças únicas estão desenhos de linhas pouco comuns, fotografia abstrata, estatuetas de madeira, organizadores de couro, roupas e joias feitas de prata, madeira e corais. A Materia Urbana está quase sempre cheia, principalmente durante a feira de rua aos domingos.

  8. Memorabilia

    Quem procura peças argentinas artesanais, exclusivas e divertidas não pode deixar de ir a essa butique. A loja é minúscula, mas o estoque é variado e inclui itens como tigelas e canecas de cerâmica pintadas com imagens de animais, joias de prata de formatos supercriativos e algumas blusas de tricô femininas. Você encontrará também opções bonitas e fáceis de colocar na mala para levar para casa.

  9. Mercado de las Pulgas

    Esse mercado de antiguidades escuro e coberto de poeira vende artigos de segunda mão – produtos raros, como móveis de época, garrafas de refrigerantes antigas, vasos de cerâmica, pinturas, gaiolas, espelhos elegantes e móveis de metal para o jardim.

  10. Miranda

    A descolada Miranda é a parrilla preferida dos portenhos com saudades dos filés grelhados e dos chorizos da casa da mãe ou da avó, mas que também buscam um ambiente com estilo. Trata-se de uma churrascaria elegante e modernosa; serve carnes excelentes.

  11. Museo de Armas

    Mesmo quem já serviu às forças armadas provavelmente nunca viu tantas armas. Esse museu labiríntico exibe uma excelente e gigantesca coleção de mais de 3 mil bazucas, lançadores de granadas, canhões, metralhadoras, mosquetes, pistolas, armaduras, lanças e espadas. Há até mesmo máscaras de gás para cavalos. A evolução dos rifles e revólveres é bem documentada e há também uma pequena, porém incrível, sala de armas japonesas. A coleção é imensa, impressionante, organizada e bem sinalizada.

  12. Museo Evita

    Quase todas as grandes personalidades do país têm um museu, e Eva Perón (1919-1952) não seria exceção. O Museo Evita imortaliza a heroína nacional com vídeos, fotos históricas, livros, pôsteres e manchetes de jornais. Entretanto, os objetos mais interessantes são, sem dúvida, suas roupas: vestidos, sapatos, bolsas, chapéus e blusas repousam com orgulho atrás de vidros, engomados e imaculados. Até mesmo carteiras e perfumes de Evita estão em exposição.
    Nosso item favorito é uma foto dela chutando uma bola de futebol – de salto alto. Vá até a esquina se precisar de um descanso. Anexo ao museu, fica o Museo Evita Restaurante, com um pátio maravilhoso, perfeito para relaxar em dias quentes.

  13. Museo Mundial del Tango

    Esse museu, voltado para os fãs dessa arte, fica localizado abaixo da Academia Nacional del Tango. Amplas salas expositivas mostram de discos e fotos antigas a textos pôsteres históricos. Há também alguns sapatos de tango, mas o ponto alto é um dos famosos chapéus de Carlos Gardel.

  14. Niceto Club

    Um dos eventos mais disputados da cidades é o imperdível Club 69 (www.club69.com.ar) do Niceto Vlub, que acontece às quintas-feiras. Essa é uma extravagância subversiva de DJs, com dançarinas em figurinos incríveis, drag queens, instalações de vídeo futuristas e arte performática excêntrica. Nas outras noites, DJs argentinos e estrangeiros assumem a cabine a animam a multidão com seleções de hip hop, música popular e cumbia, entre outras.

  15. Notorious

    Casa transada e intimista, é um dos principais palcos de jazz de Buenos Aires. Na entrada, você pode se sentar em modernas mesas de vidro e escutar CDs antes de comprá-los. No restaurante-café dos fundos (com vista para um jardim), há shows todas as noites. Acesse o site para ver a programação.