Buenos Aires

Entretenimento em Buenos Aires

‹ Anterior

de 1

Próxima ›
  1. Ávila Bar

    Esse pequeno e aconchegante restaurante espanhol oferece shows de flamenco acompanhados de bons pratos tradicionais. Entre os principais, destacam-se o coelho, a paella e cozidos de frutos do mar. Os shows estrelam dançarinos mais velhos e experientes e custam AR$220 (drinques não inclusos). Começam aproximadamente às 22h30, e é preciso fazer reserva para os fins de semana.

  2. Azúcar

    Os passos de chachachá, o néon e a atmosfera tropical podem transportá-lo brevemente ao lugar mais latino de Buenos Aires nessa casa de salsa um pouco cafona, mas muito divertida. O lugar tem um público fiel e fica próximo ao maravilhoso shopping Abasto.

  3. La Bombonera

    O estádio La Bombonera é o lar do Boca Juniors – ex-clube do decadente gênio Diego Armando Maradona. Você pode ver o campo pelo Museo de la Pasión Boquense. É difícil conseguir ingresso para jogos – é melhor tentar em agências de turismo ou viagens como a Tangol.

  4. Niceto Club

    Um dos eventos mais disputados da cidades é o imperdível Club 69 (www.club69.com.ar) do Niceto Vlub, que acontece às quintas-feiras. Essa é uma extravagância subversiva de DJs, com dançarinas em figurinos incríveis, drag queens, instalações de vídeo futuristas e arte performática excêntrica. Nas outras noites, DJs argentinos e estrangeiros assumem a cabine a animam a multidão com seleções de hip hop, música popular e cumbia, entre outras.

  5. Notorious

    Casa transada e intimista, é um dos principais palcos de jazz de Buenos Aires. Na entrada, você pode se sentar em modernas mesas de vidro e escutar CDs antes de comprá-los. No restaurante-café dos fundos (com vista para um jardim), há shows todas as noites. Acesse o site para ver a programação.

  6. Rojo Tango

    Esse show é insuperável – e o preço é o mais alto também. Com 100 assentos, o salão de cabaré do Faena tem cortinas vermelhas e móveis dourados. A apresentação conta a história do tango, das raízes no cabaré até as fusões modernas de
    Ástor Piazzolla. A orquestra é de primeira, e não faltam figurinos sensuais de época. Há até mesmo uma breve cena de nudez (!). São as melhores preliminares ao ritmo do tango.

  7. Tango em Buenos Aires

    Como sair da capital argentina sem se emocionar com um bom tango? Não perca esse tipo de espetáculo. Uma boa opção para isso é o Bar Sur, com ambiente íntimo (só há uma dúzia de mesas, todas com boa visão dos dançarinos) e bem tradicional. A programação é muito flexível: há shows das 20h30 às 2h da manhã.

  8. Teatro Coliseo

    O Coliseo recebe eventos de música clássica, jazz, balé, ópera e orquestras sinfônicas durante a maior parte do ano, mas às vezes aparecem algumas surpresas na programação, como o roqueiro argentino-americano Kevin Johansen.

  9. Teatro San Martín

    Esse enorme teatro possui diversos auditórios (o maior com capacidade para mil pessoas) e recebe eventos de cinema, teatro, dança e música clássica, abrangendo ocasiões mais convencionais e outras menos tradicionais. O lugar também possui galerias de arte e recebe impressionantes exposições de fotografia.

  10. Usina del Arte

    Essa antiga usina de eletricidade restaurada foi uma tentativa corajosa de dar vida a essa região perigosa de La Boca. O lindo edifício de alvenaria aparente, com a torre do relógio e o salão de eventos, é hoje a casa da filarmônica de Buenos
    Aires e da orquestra sinfônica nacional. A Usina tem capacidade para 1,2 mil espectadores e também recebe eventos de
    dança, teatro e exposições de arte. A acústica é de primeira. Fica aberta apenas durante os concertos e visitas guiadas. Entre no site para ver o que está em cartaz.