Belarus

Todas em Belarus

‹ Anterior

de 2

  1. 40 Let Pobedy

    (s/c a partir de €18/25) Esse hotel central mas um pouco fora de mão oferece quartos de bom custo-benefício e serviço simpático. O hotel fez uma boa tentativa de se modernizar (mesmo que com materiais baratos) e todos os banheiros foram reformados.

  2. 6A

    (entrada BR15.000; metrô Proletarskaya) A única boate gay de Minsk é um resquício cursioso mas simpático da era soviética, localizado em um prédio onde o tempo parece ter parado nos tempos de Brejnev. Uma experiência única, com shows de drag queens e pista de dança embalada a house anos 1990.

  3. Alatan Tour

    Agência confiável com funcionários que falam inglês. Oferece auxílio na obtenção de visto, reserva de acomodações, guias e motoristas.

  4. Biblioteca Nacional de Belarus

    (metrô Vostok) Para uma amostra da Belarus pós-soviética, siga ao norte do centro da cidade até a nova Biblioteca Nacional de Belarus, uma horrenda demonstração de arrogância aprovada por Lukashenko. O prédio é um gigantesco rombicuboctaedro (pesquise!) que é iluminado à noite e abriga mais de dois milhões de gravações, além de galerias de artes e uma plataforma de observação (entrada BR3.000; 13-221h ter-sex, 10-18h sáb e dom) no 22º andar.

  5. Bistro de Luxe

    (pratos principais BR75.000-150.000) Abrigado em um espaço repleto de luz com candelabros e decoração elegante ao estilo brasserie, o Bistro de Luxe tem um ambiente difícil de encontrar em outros lugares de Minsk. A comida, com foco em pratos italianos, é excelente, e o atendimento impecável. O café da manhã é servido diariamente até o meio-dia.

  6. Crowne Plaza Minsk

     Considerado o hotel mais elegante de Minsk, o esplêndido, central e refinado Crowne Plaza é a escolha para
    executivos e turistas mais ricos. Os quartos e banheiros são espaçosos, organizados e refinados, e a localização é imbatível.

  7. Dudutki

    Experimentar deliciosas linguiças, queijos e pães produzidos na fazenda é apenas uma pequena parte da experiência de visitar o museu interativo ao ar livre (133 0747; www.dudutki.by; adulto/criança incl degustação BR25.000/7.000; 10-16h ter e qua, 10-17h qui-dom) de Dudutki, a 40km de Minsk. Essa fazenda autossuficiente oferece passeios a cavalo, de trenó, demonstrações de fabricação de cerâmicas e ferraduras, entre outros. Você degustará salo (banha) fresca com alho, sal e pão de centeiro; picles mergulhado em mel; e aguardentes artesanais – tudo delicioso. Há dois ônibus diários (BR15.000 um sentido, 1 hora) para Dudutki na rodoviária Vostochny de Minsk às 9h40 e 12h55, com retorno às 14h20 e 17h40. Fora desses horários, entre em contato com Valeria da Dudutki Tur (017-251 0076; dudutki@telecom.by), que oferece transporte privado.

  8. Graffiti Bar

    Contemporâneo e underground (literalmente), o Graffiti oferece shows de bandas locais todas as noites e grandes festas nos fins de semana, populares entre o público alternativo e pouco comportado da cidade. O bar fica a 10 minutos de caminhada da estação de metrô Park Chelyuskintsev: dirija-se até a vul Tolbukhina, entre à direita na vul Knorina e depois à esquerda na vul Belinskogo. O Graffiti fica no improvável prédio de aspecto industrial na esquina.

  9. Hotel Minsk

    (s/c incl café da manhã €144/163, ste a partir de €450) Com excelente localização, esse hotel que já foi a principal opção da cidade mas foi superado por cinco estrelas mais recentes continua a ser uma boa escolha, com funcionários simpáticos e profissionais,quartos arejados e agradáveis e tudo que se espera de um hotel de luxo tradicional.

  10. Kukhmystr

    Próximo ao palácio presidencial, esse charmoso restaurante bielo-russo tem vigas de madeira aparentes, lareira, lustres de ferro forjado e miudezas antigas. Os funcionários são igualmente agradáveis e o cardápio talvez seja o mais autêntico bielo-russo da cidade, embora também traga clássicos da Letônia.

  11. Minsky Vernisazh

    Em vários supermercados você encontrará balas e doces com embalagens retrô, cheias de nostalgia da infância soviética.
    Belarus é conhecido pelo artesanato com palha, que inclui bonecas e caixas de madeira adornadas com padrões geométricos
    detalhados. Linho e outros tecidos típicos do país também são populares como artesanato. Estes são facilmente encontrados
    nas lojas de departamento da cidade, nos saguões dos hotéis e no Minsky Vernisazh , um mercado de lembranças vizinho ao Museu da Grande Guerra Patriótica onde você pode pechincar com vendedores de arte local, artesanato e outros itens tradicionais chamativos

  12. Museu Estatal de Arte

    (metrô Kupalawskaja/Kastrychnitskaja) Esse excelente museu estatal foi reformado e agora conta com um anexo que abriga arte nacional das décadas de 1940 a 1970. Não deixe de admirar a obra realista socialista de Valentin Volkov Minsk em 3 de julho de 1944 (1944-1945), que retrata a chegada do Exército Vermelho à cidade destruída. Yudel Pen, professor de Chagall, está bem representado, incluindo um retrato seu de Chagall (1914). Há também uma impressionante coleção de ícones, ótimas representações realistas da vida no Império Russo em fins do século 19 e várias obras de Nikolai Ge, Ilya Repin, Isaak Levitan, Isaak Brodsky, Mikhail Nesterov e Konstantin Makovsky.

  13. Podzemka

    Outras loja recomendada é a Podzemka, loja e galeria de arte subterrânea que vende todo tipo de coisa que você não encontrará em nenhum outro lugar, como DVDs, obras de arte interessantes e joias artesanais.

  14. Stolitsa

    As opções de compras em Minsk deixam muito a desejar, mas se você quer passear em um lugar que oferece de tudo um pouco um bom ponto de partida é o Stolitsa, um shopping center subterrâneo de três andares que abriga as lojas mais chiques da capital.

  15. Strawnya Talaka

    (pratos principais BR35.000-195.000) Esse lugar aconchegante e tranquilo em um porão é o melhor restaurante de Minsk para experimentar a autêntica cozinha local e ainda por cima funciona até tarde. Experimente a lebre ao molho de mirtilo, a sopa de cogumelos servida dentro de um pão ou apenas tira-gostos fantásticos – peça uma ou duas cervejas! – e fabulosas draniki (panquecas de batata). Os funcionários vestem roupas tradicionais de camponês e os gigantescos
    cardápios de madeira são ilustrados e traduzidos de forma hilária.