América do Sul

Entretenimento em América do Sul

‹ Anterior

de 1

Próxima ›
  1. Bar do Copa

    Localizado dentro do marco mais conhecido de Copacabana, esse bar recebeu uma reforma drástica de R$4 milhões em 2009, apostando no conceito de bares em hotéis. O teto, com 10 mil pontos de luz, imita o céu noturno, enquanto lustres de cristal, luminárias do tamanho de colunas e mosaicos dourados adicionam um toque ligeiramente futurista ao espaçoso lounge. Há bandas ao vivo e DJs, e os hóspedes do Copacabana Palace podem entrar de graça.

  2. Bar Duda Rei

    O único bar de praia de verdade em Noronha tem uma localização fabulosa entre algumas palmeiras, com o Morro do Pico se erguendo
    ao fundo. Também serve comida.

  3. Beco 203

    (couvert R$15-30) O simples transplante da casa noturna de Porto Alegre é cheio de anarquistas adolescentes e fãs de música pop nas terças, quando seus organizadores honram a trilha sub-30. Nas outras noites, indie rock.

  4. Boteco Praia

    Excelente lugar para beber e conversar à noite, esse bar atrai gente de todas as idades para seu grande salão com arcos e o terraço em frente ao calçadão à beira-mar. O privilégio, no entanto, é cobrado – R$6,60 por chope e R$15-20 pelas tentadoras porções como a de picanha ou de camarão à milanesa oferecidas pelos garçons atenciosos.

     

     

  5. Choperia Liberdade

    (consumação dom e ter-qua R$10, qui-sáb R$10) Para o bom e tradicional karaokê, vá a esse clássico kitsch, que é decorado com luzes de Natal, lembrancinhas, quadros luminosos e aquários brilhantes. O público é variado: gente do teatro, fanáticos cantores de música japonesa do bairro da Liberdade, coroas e jovens de 20 e poucos anos na farra.

  6. Decky

    (entrada R$10) Um dos locais mais populares de Ponta Negra, que atende várias faixas etárias, o Decky oferece rock, blues, jazz ou MPB ao vivo toda noite a partir das 20h30. Aproveite a brisa do enorme pátio ou o ar-condicionado da espaçosa parte interna.

  7. Mas será o Benedito

    Esse espaço lindamente restaurado (que ocupa uma mansão do século 19) foi inaugurado em 2009 e logo conquistou seguidores. Tem um restaurante no piso térreo, duas mesas de sinuca no segundo andar e um espaço de shows de samba no terceiro andar, onde os grupos tocam todas as noites.

  8. Metrópole

    A melhor casa noturna gay (e GLS) de Recife tem vários ambientes, da pista principal com DJ, chamada “New York”, a uma área externa
    com piscina. Há frequentemente festas temáticas e shows ao vivo de artistas famosos.

  9. Paseo del Buen Pastor

    Um centro cultural com espaço para espetáculos. O edifício foi construído em 1901 como uma combinação de capela, mosteiro e prisão para mulheres – em 2007, foi reinaugurado para exibir o trabalho de jovens artistas de Córdoba. O pátio central abriga alguns bares descolados, e na capela ao lado há sempre apresentações de música ao vivo. Veja a programação no jornal local La Voz del Interior, que sai às quintas.

  10. Rio Scenarium

    Uma das casas noturnas mais fotogênicas da cidade, a Rio Scenarium tem três andares, cada um decorado com antiguidades.
    As varandas têm vista para o palco no primeiro andar, onde pessoas dançam jazz com toques de samba, choro ou pagode. A
    Rio Scenarium é muito difundida fora do Brasil, e atrai pelo menos o mesmo número de estrangeiros e brasileiros.

  11. SubAstor

    O bar, sexy e underground, se encontra no subsolo de um boteco chamado Astor (comidas e caipirinhas extraordinariamente
    boas), por isso o nome: SubAstor. Nos drinques, há muita inventividade: vai do tradicional, e excelente, caju amigo (cachaça com suco de caju) a “artes líquidas” mais inovadoras.