América Central

Todas em América Central

‹ Anterior

de 12

  1. Aquaventure Waterpark

    Adulto/criança/hóspede BS$110/90/franca. Tanto as crianças quanto os adultos vão ficar sem ar ao avistar esse parque aquático de incríveis 570.000 m2. O parque – um dos maiores do hemisfério – é centrado em um templo maia de cinco andares, com diversos tobogãs, que levam os convidados a grutas e cavernas. O mais insano, o “Leap of Faith” (salto de fé), leva os corajosos por um tubo de acrílico que atravessa uma lagoa com tubarões. Você ainda pode passear pelas corredeiras artificiais de quase 2km de comprimento, nadar em piscinas dentro de grutas, andar de caiaque ou praticar snorkeling em uma lagoa artificial.

  2. Arc-en-Ciel

    Sem frescuras, serve porções grandes de pratos típicos crioulos. Além das porções de griyo (porco) e banana, há um ótimo frango assado e um pouco de fast-food americana. À noite, os que vão para comer competem com os festeiros conforme a música aumenta.

  3. Aura

    Feito para recriar o ambiente de uma casa noturna em Nova York, o melhor lugar para dançar de Atlantis; é um camarote depois do outro.

  4. Bahamas Outdoors

    Não tenha medo de colocar a mão na massa com essas ecoaventuras, que incluem uma trilha de bicicleta pela floresta, praia e mangues (BS$79), um passeio de caiaque que só acontece no verão (BS$79) e um tour de observação de pássaros (liderado por um expert) pela costa e pelos pântanos da área (meio dia/dia completo BS$69/109).

  5. Barbados Marine Reserve

    No canto norte de Holetown, o centro de visitantes (entrada B$5; h9h30-17h seg-sex 10-18h sáb e dom) inclui um pequeno museu com exibições sobre a reserva. Você pode alugar equipamento para snorkeling (a partir de B$20) e há armários no local. Do museu, você pode andar até a praia em Holetown.

  6. Bastimentos Sky

    Sete tirolesas, uma ponte suspensa e rapel vertical são alguns dos destaques dessa nova atração, oferecida pela equipe de desenvolvimento do resort Red Frog Beach e por um designer de tirolesas costa-riquenho bem conhecido. O tour dura duas horas e alcança até 45.720m.

  7. Bethel Court

    Localizado na periferia de Mt. Salem, Bethel Court é um dos poucos bons hostels da Jamaica. Os dormitórios são limpos,
    mas lembre-se de que os mochileiros na Jamaica costumam amar o reggae; não espere silêncio. Os quartos individuais são razoáveis, mas você gastará o mesmo por mais conforto nas pousadas, embora elas não sejam tão indicadas quanto os hostels quando se quer conhecer gente nova.

  8. Bibliothèque

    Marco mais visível de Fort-de-France, a Bibliothèque Schoelcher é uma construção colorida, com abóbada bizantina e um interior ornamentado. Obra do arquiteto Henri Pick, contemporâneo de Gustave Eiffel, foi construída em Paris e exposta na World Exposition, em 1889. Depois, foi desmontada, enviada em partes para Fort-de-France e remontada em sua localização atual. A seção da frente contém livros antigos, móveis de época e uma série de exposições temporárias sobre arquitetura e história local, e a parte de trás é uma biblioteca pública em funcionamento.

  9. Blue House

    Oferece quartos decorados em tons frios. Separado do edifício principal, o Cozy Cottage, com dois quartos, proporciona privacidade: área externa particular, com rede, escondida por trás de flores. Darryl “the Barefoot Chef” tem uma das melhores cozinhas fusion da ilha, misturando influências chinesas e indianas. Parte do lucro do B&B é destinada a idosos, mulheres e crianças necessitados da região.

  10. Boatyard

    É um bar animado. Os clientes chegam em ônibus em busca das competições de bebida e das atividades de praia. Durante o dia, é cobrado para usufruir das instalações da praia. Tarde da noite, o bar vira uma festa com DJs e música
    ao vivo. Há transporte gratuito do atracadouro dos navios de cruzeiro (ou até ele). O bar fica a meia hora do centro da cidade.

  11. Bob Marley Museum

    Para muitos, a Jamaica é sinônimo de reggae e de Bob Marley. A grande casa colonial onde ele viveu e gravou desde 1975 até sua morte, em 1981, é a atração mais visitada da cidade. A construção é protegida por um muro pintado e adornado com fotos e murais rastafáris, inclusive um com seus sete filhos homens. Os discos de ouro e platina de Marley (Exodus, 1977; Uprising, 1980; e Legend, 1984) também estão expostos nas paredes, junto de mantos religiosos rastafáris.

  12. Boon Hall Oasis

    Uma trilha leva a esse oásis. Pegue um lugar entre os paroquianos e as festas de casamento e sirva-se no bufê de peixe carapau, bode ao curry, akee e saltfish, frango jerk e outros pratos típicos.

  13. British Colonial Hilton

    Construído em 1922, esse casarão de sete andares é uma instituição do centro de Nassau. O hotel foi locação para dois filmes de James Bond. Os 228 quartos e suítes têm decoração contemporânea discreta, com banheiros de mármore e roupa de cama branca. Diversos restaurantes e bares no local oferecem oportunidades para observar as pessoas – esse é o lugar onde os ricaços bahamenses fazem suas manobras.

  14. Café Caraïbe

    As mesas ao ar livre, a vista para um lado da Place de la Victoire e a ampla variedade de pratos, em sua maioria sanduíches, saladas e refeições completas, tornam o café um lugar para socialização. Também há um café aceitável e bons drinques.

  15. Café Matisse

    Escondido à sombra de prédios históricos e palmeiras, esse bistrô elegante bem ao lado da Parliament Sq. é um refúgio da multidão da rota “navio de cruzeiro – Bay St.”. Saboreie massas de primeira classe, pizzas e pratos de frutos do mar no pátio dos fundos, onde você será servido ao som de suaves ritmos internacionais. Se não quiser vinho, experimente a refrescante limonada de gengibre.