América Central

Entretenimento em América Central

‹ Anterior

de 2

  1. Aura

    Feito para recriar o ambiente de uma casa noturna em Nova York, o melhor lugar para dançar de Atlantis; é um camarote depois do outro.

  2. Boatyard

    É um bar animado. Os clientes chegam em ônibus em busca das competições de bebida e das atividades de praia. Durante o dia, é cobrado para usufruir das instalações da praia. Tarde da noite, o bar vira uma festa com DJs e música
    ao vivo. Há transporte gratuito do atracadouro dos navios de cruzeiro (ou até ele). O bar fica a meia hora do centro da cidade.

  3. Caribbean Heritage

    Evento de dois dias em meados de outubro, no Jamworld Entertainment Complex de Portmore, sudoeste de Kingston. Há comida e artesanato, teatro popular, dança tradicional e apresentações musicais.

  4. Carnaval

    O Carnaval de Kingston dura uma semana e atrai para as ruas multidões de foliões fantasiados. Você poderá ouvir reggae e
    calipso, mas quem reina é a soca. A festa chega ao clímax em um enorme desfile, quando aparentemente toda a cidade sai de casa vestindo fantasias coloridas para farrear.

  5. Casa de la Música

    Das duas Casas de la Música existentes em Havana, essa filial, localizada no distante bairro de Miramar, é reconhecida pelos moradores locais como sendo a melhor. Talvez valha a pena economizar o dinheiro do táxi e desfrutar de um programa musical mais autêntico em um lugar menos turístico do que esse, apesar de a filial de Centro Habana ser bem divertida.

  6. Centro Comercial El Pueblo

    Esse shopping ao ar livre em estilo mediterrânico, no Barrio Tournon, é um labirinto de bares, boates e locais de música. A proximidade de um lugar ao outro é ideal para uma “maratona”, e a segurança é rigorosa (embora de madrugada o serviço seja um pouco desregrado). As coisas começam a funcionar às 21h e podem ficar abertas até às 7h. E o melhor de tudo: nos dias de semana a entrada é grátis.

  7. Cine Infanta

    Recentemente reformado, o Infanta é possivelmente o cinema mais sofisticado de Havana. Torna-se um ponto importante durante o Festival Internacional de Filmes.

  8. Dune Preserve Bar

    Imagine se uma estrela do reggae ganhasse uma enorme pilha de madeira e barcos velhos e pudesse construir sua própria “casa na árvore” praiana. O resultado seria isso, um dos lugares mais descolados da ilha. A estrela local Bankie Banx tem feito seu som ali por mais de vinte anos. A música ao vivo toma o palco às quartas, às sextas e aos sábados (e também às terças e aos domingos durante a alta temporada); se der sorte, você poderá ouvir o próprio Bankie. Mesmo que não curta esse tipo de música, dê uma passada. Experimente o Dune Shine: gengibre fresco, suco de abacaxi, rum branco e bitter. Siga até passar o resort CuisinArt (em uma rua de terra) e vire a primeira à esquerda por uma rua esburacada. Esse também é o local do festival Moonsplash.

  9. El Hurón Azul

    Se quiser topar com celebridades socialistas, divirta-se no clube social da Unión Nacional de Escitores y Artistas de Cuba (Uneac), a maior instituição cultural de Cuba. As apresentações acontecem no jardim. Às quartas-feiras, há rumba afrocubana, aos sábados, boleros cubanos autênticos e, em quintas-feiras alternadas, há jazz e trova.

  10. Habana Panamá

    O estilo old school domina esse bar de salsa repleto de elementos vintage, como um palco onde a banda se apresenta e mesas separadas por cabines de couro. Você terá que vestir seu melhor figurino (tem um código de vestimenta) e passar por um cortina de veludo. Uma banda completa de salsa agita a casa.

  11. Jazz Café

    Esse estabelecimento de San Pedro é o melhor destino em San José para música ao vivo, com uma banda diferente toda noite. Incontáveis artistas já estiveram nesse palco, entre eles o famoso músico cubano Chucho Valdés e o pop star colombiano Juanes.

  12. Karel’s Bar

    Dois bares em um píer de concreto em cima da água. Há música caribenha ao vivo ou um DJ nos fins de semana.

  13. Le Loft

    O Loft é a casa noturna mais elegante de Jacó, oferecendo uma bem‑vinda sofisticação urbana. DJs tocam remixes dançantes e os frequentadores se produzem para ver e ser visto. Há um calendário de eventos especiais e varanda com vista para a rua.

  14. Platea

    Com suas paredes de tijolos expostos e um palco pequeno e intimista, esse clube de jazz não se sentiria deslocado no Greenwich Village, em Nova York. Enquanto a noite se desenrola, tanto boêmios quanto pessoas da alta sociedade param por lá, o que te permite observar pessoas muito interessantes enquanto bebe mojitos feitos por especialistas.

  15. Sting

    Concerto em véspera de Ano-Novo no Jamworld Entertainment Complex em Portmore, com os melhores artistas de dancehall.
    A atmosfera é eletrizante.