América CentralDicas e artigos

Caribe: conheça as melhores ilhas e experiências

Ilha Bequia, Granadinas

Com uma diversidade cultural incrível, praias, atividades e clima fantásticos – sem mencionar o rum –, o Caribe é uma alegre mistura de ilhas que oferece o melhor destino. Com tantas regiões, praias, culturas, sabores e ondas para escolher, você certamente terá uma viagem fantástica. Descansar na areia, festejar num resort, explorar novas atividades, saltitar entre ilhas, descobrir maravilhas embaixo d’água ou pegar ondas na superfície, deliciar-se com uma cultura secular ou até mesmo descobrir seu pirata interior... Tudo é possível. Nós separamos nossas experiências favoritas pelas Ilhas do Caribe. Confira abaixo e comece a planejar sua viagem!

 

Vilas de pescadores, Martinica

A solução para fugir do excessivo desenvolvimento da Martinica está em suas charmosas vilas de pescadores, onde a vida continua como sempre foi, e o dólar turístico ainda não sofreu muito impacto. Cercada por majestosas colinas verdes e emoldurada por praias em meia-lua, há uma faixa especial dessas belezas no canto sudoeste da ilha – não perca a adorável Anse d’Arlet , a amigável Petite Anse ou a deslumbrante Grande Anse.

Grande Anse
©Justin Foulkes/Lonely Planet

 

A alegria do navegador, Ilhas Virgens Britânicas

Dotadas de ventos alísios estáveis, correntes mansas e centenas de baías protegidas, as Ilhas Virgens Britânicas são a fantasia de qualquer marinheiro. Muitos visitantes vêm para hastear vela e passear entre as diversas ilhas, tentando descobrir qual delas serve o melhor Painkiller (drinque de rum, abacaxi e coco). Tortola, conhecida como a capital mundial dos barcos fretados, é o ponto de partida, de onde é fácil se orientar para o passeio. Não sabe velejar? Aprenda em uma escola de vela.

 

Surfando no Soup, Barbados

Como uma monstruosa onda, Barbados entrou na cena do surfe mundial. Apesar de conhecida por lugares bons para esse esporte há muito tempo, apenas recentemente a costa leste da região, chamada de Soup Bowl, ganhou mais fama. As águas percorrem milhares de quilômetros no inquieto Atlântico e criam imensas ondas que desafiam os melhores surfistas do mundo. De setembro a dezembro, rostos encontrados em revistas de surfe encaram o mar com avidez a partir da graciosa praia da vila de Bathsheba. Uma calmaria de janeiro a maio atrai os esperançosos à região.

Christ Church, Barbados
©Justin Foulkes/Lonely Planet

 

Pequenas ilhas, Granadinas

É uma frase ouvida nas baias de escritórios de todo o mundo: “Vou largar tudo e morar na praia!”. Num mundo de pacotes de viagens, transatlânticos imensos e mega-resorts, a ideia parece perdida em um tempo diferente, mais simples. Até, é claro, você chegar às Granadinas. Começando por Bequia, diversas ilhas pequeninas espalham-se ao sul, e a maioria é ligada por barquinhos de pesca de madeira e barcos do correio. Pegue uma carona, sinta o vento no rosto e se jogue nessa aventura.

 

Enseadas escondidas, Bahamas

Com quase 700 ilhas dispersas em 260 mil km2 de mar, as Bahamas têm diversas praias isoladas e enseadas tentadoras. Para um passeio agradável, vá para Eleuthera e Harbour Island, onde as praias são tingidas de rosa por corais pulverizados. As 365 ilhas do Exuma Cays compõem uma maravilha de águas azuis e ilhotas desertas enquanto a Grand Bahama oferece deliciosas praias a apenas alguns minutos do centro de Freeport. É justo dizer que até mesmo a praia mais singela das Bahamas seria a rainha do baile em outros lugares do mundo.

Berry Islands, Bahamas
©robandmarianne/Budget Travel

 

O Carenage, St. George’s, Granada

Uma das costas mais bonitas do Caribe, esse pequeno porto em formato de ferradura é o lugar perfeito para sentir o clima de Granada, com barcos balançando, cafés lotados e alguns lugares à sombra para assistir ao movimento ou para admirar a sequência de belíssimos edifícios frente ao mar. Espalhados pela baía, muitos telhados coloridos e um imponente forte de pedra ganham como pano de fundo pitoresco os picos esverdeados do Grand Etang National Park.

Este artigo foi publicado em Outubro de 2015 e foi atualizado em Outubro de 2015.

América Central

Destaques