Alemanha

Passeios em Alemanha

‹ Anterior

de 1

Próxima ›
  1. City tour de ônibus

    Uma das melhores pechinchas em Berlim é fazer um tour autoguiado a bordo dos ônibus públicos 100 e 200, cujos trajetos passam por quase todas as atrações do centro da cidade, ao custo de uma passagem. Você pode até descer e voltar a subir durante as duas horas de validade do bilhete, desde que seja na mesma direção. Se pretender passar o dia todo explorando a cidade, o Tageskarte (passe de um dia) é a melhor escolha. Não há narração, é claro, mas você pode pegar um mapa e um folheto informativo no quiosque de informações da BVG, na Hardenbergplatz, do lado de fora do Zoologischer Garten.

  2. Tiergarten

    Um dos maiores parques urbanos do mundo, é usado para caminhadas, jogging, piqueniques prática de frisbee, churrascos e, sim, banhos sem roupa. A travessia do parque leva mais ou menos uma hora, mas mesmo caminhadas mais curtas valem a pena.

    Um dos locais mais idílicos é a Rousseauinsel, memorial do filósofo francês do século 18, Jean-Jacques Rousseau numa ilhota de um laguinho plácido. A leste dali, fica o Luiseninsel, um tranquilo jardim cercado que tem uma estátua da rainha Luise e canteiros floridos. O maior dos lagos é o Neuer See, a sudeste do Siegessäule, onde você pode alugar um barco ou se refrescar com numa loura gelada no Café am Neuem See.

  3. Zoológico de Berlim

    O mais antigo parque de animais da Alemanha foi criado pelo rei Frederico Guilherme IV em 1884 com os bichos da coleção particular da família real. Hoje, quase 16 mil amigos peludos e com penas, representando 1.500 espécies, vivem nesse parque com belo paisagismo. Há muitos animais apaixonantes, como orangotangos insolentes, coalas encantadores, rinocerontes em risco de extinção e pinguins brincalhões, além de Bao Bao, um raro panda gigante doado pela China.