Alemanha

Todas em Alemanha

‹ Anterior

de 2

  1. :// About Blank

    Muito mais do que um lugar de diversão, esta boate em plena terra de ninguém perto de Ostkreuz é um espaço em que são organizados eventos culturais e políticos, em geral de tendência esquerda não mainstream. Neles emendam longas e intensas noitadas, em que djs talentosos aprazem uma clientela diversificada com uma sopa eletrônica dançante. Os drinques têm preço moderado. Se incorporar o espírito de abertura e tolerância, vai se divertir horrores aqui.

  2. Arte Luise Kunsthotel

    Um dos lugares mais diferenciados de Berlim para se hospedar é essa “galeria com quartos”. Cada unidade reflete a visão de um artista diferente, que recebe royalties sempre que ela é ocupada. Uma tem cama para gigantes (o quarto 107), outra tem trajes de astronauta (o 310), outra parece um cabaré vermelho. Fãs de arte cujo dinheiro é contado podem ficar nos quartos menores, sem banheiro privativo. Os quartos que dão para o pátio são mais silenciosos.

  3. Badeschiff

    Na ponta sul da rua das festas, a Schlesische Strasse, a Badeschiff é o lugar de suar e nadar preferido da moçada descolada de Berlim. Com música a todo volume, praia de areia, deques de madeira, muita gente bonita e um bar para abastecer a diversão, o clima é claramente “Ibiza no Spree”. Em dias escaldantes, a lotação esgota antes do meio-dia. Mas você pode vir mais tarde para ver o pôr do sol, curtir o som de DJs, dançar até o sol raiar e ouvir bandas de fora. No inverno, uma membrana plástica brilhante cobre a piscina e surge um espaço deliciosamente aconchegante, que inclui sauna e bar.

     

  4. Bar Jeder Vernunft

    A vida ainda é um cabaré neste espaço art nouveau espelhado, íntimo, de 1912, que oferece noites de canto e dança, humor e música, além de, intermitentemente, o musical cult Cabaret propriamente dito. Se só quiser dar uma olhada, tome um drinque no bar depois do show. Entre pelo estacionamento.

  5. Bearpit Karaoke (Karaokê do Fosso do Urso)

    Nas tardes de domingo de tempo bom um fenômeno toma conta do Mauerpark. Até 2 mil pessoas se apertam num pequeno anfiteatro escavado na antiga faixa da morte para algumas horas de karaokê, cortesia do irlandês Joe Hatchiban. A receita é simples: um laptop cheio de músicas, dois alto-falantes num palco de concreto e um microfone.

    De pré-adolescentes às gargalhadas a veteranos grisalhos, todo mundo é bem-vindo. A diversão é gratuita, embora às vezes Joe passe uma caixa de doações. É um show, é uma festa, é relax e é divertido. Só em Berlim.

     

  6. Berlin Story

    Berlim em resumo – essa é A loja de livros, mapas, DVDs, CDs e revistas sobre a cidade, em inglês e uma dúzia de outros idiomas, muitos deles de edição própria. Veja também o filme gratuito sobre Berlim e a exposição no subsolo que exibe um Trabi, o carro da RDA, e uma maquete da cidade em 1930.

  7. Berlinomat

    Essa miniloja de departamentos oferece as criações mais recentes de um pool de aproximadamente 150 produtores que trabalham com moda, acessórios, móveis e joias. Os produtos são inovadores e espirituosos, como moedores de pimenta de árvores de Berlim da Sawadee, cintas da Kidney Karen e camisetas da Volksmarke. Há uma seleção de produtos da Berlinomat no último andar da Galeries Lafayette, no Mitte, e numa máquina automática na Hauptbahnhof (estação central de trem).

  8. Borchardt

    O wiener schnitzel é um dos melhores da cidade, mas muitos clientes vêm a essa brasserie de pé-direito alto ver poderosos,
    celebridades e políticos – com toda a discrição, é claro. A tradição do cenário neobarroco vem desde 1853, quando o
    estabelecimento foi fundado pelo principal fornecedor de refeições da corte imperial prussiana. Pontos negativos: garçons arrogantes e preços altos.

  9. Circus Hotel

    Esse hotel com estilo é prova de que o pessoal do Circus se superou. Há muitos toques para tornar a vida em viagem o mais confortável possível, da carta de boas-vindas personalizada à biblioteca com livros sobre Berlim e, é claro, quartos charmosos e de bom tamanho com banheiro privativo. Pode-se alugar todo tipo de equipamento, como iPods, DVDs, laptops, bicicletas, patins e até um carro Smart. As credenciais verdes vão dos painéis de energia solar no telhado a janelas energicamente eficientes; para reduzir o desperdício, não há artigos de banho nos banheiros (é possível pedi-los na recepção).

  10. City tour de ônibus

    Uma das melhores pechinchas em Berlim é fazer um tour autoguiado a bordo dos ônibus públicos 100 e 200, cujos trajetos passam por quase todas as atrações do centro da cidade, ao custo de uma passagem. Você pode até descer e voltar a subir durante as duas horas de validade do bilhete, desde que seja na mesma direção. Se pretender passar o dia todo explorando a cidade, o Tageskarte (passe de um dia) é a melhor escolha. Não há narração, é claro, mas você pode pegar um mapa e um folheto informativo no quiosque de informações da BVG, na Hardenbergplatz, do lado de fora do Zoologischer Garten.

  11. Citystay Hostel

    Instalado no prédio de uma loja de departamentos de 1896 restaurado à perfeição, o Citystay pontua em três categorias: localização, serviço e design. Os quartos com assoalho de madeira e pé-direito alto acomodam de uma a oito pessoas; nem todos têm banheiro próprio, mas os do corredor trancam por dentro e são limpos. Toques legais: segurança nota 10 (é preciso um cartão para entrar), elevador e restaurante 24 horas com mesas no pátio. Fica numa rua sossegada, mas a um pulo da Alexanderplatz, da Museumsinsel e do animado Scheunenviertel.

  12. Curry 36

    Um dos melhores fornecedores de Currywurst da cidade. A fila que dura o dia todo é a comprovação. O Currywurst – salsicha pequena, frita ou grelhada, fatiada, “nadando” em molho de tomate picante, polvilhada com curry, servida num prato de papel meio mole com um palito de plástico para ser espetada – faz parte da cultura de Berlim tanto quanto o Portão de Brandemburgo.

  13. Explorar a cidade de skate

    Conhecer a cidade na companhia de milhares de outros entusiastas dos skates é uma ótima e divertida maneira de sociabilizar e conhecer os residentes. Em Berlim, duas organizações tomam as ruas da cidade nos meses mais quentes, em geral de maio a setembro.

  14. Flohmarkt am Mauerpark

    Deve-se ir a esse mercado de pulgas, bem onde ficava a antiga fronteira, em dias cálidos de sol, quando parece que todos os berlinenses saem de casa. Há todo tipo de vendedores, de estilistas de camisetas a estudantes que fazem uma limpa no guarda-roupa a gente vendendo lixo. A seguir, tome um drinque ao livre no Mauersegler ou tire um cochilo no Mauerpark.

  15. Freischwimmer

    No verão, poucos lugares são mais encantadores que esta antiga marina transformada em local de curtição à beira do canal. Venha à tarde bater papo ou escrever postais, ou fazer um esquenta á noite antes da balada. Servem-se lanches e pratos leves. A entrada fica á direita do posto de gasolina mais antigo de Berlin. Às vezes, o bar abre no inverno, mas não é a mesma coisa – ligue antes para se informar sobre o horário de funcionamento.