África

Khama Rhino Sanctuary

Resenha da Lonely Planet

O Khama Rhino Sanctuary (adulto/criança P52/26, carro até/acima 5 toneladas P65/190), de 4,3 mil hectares, protege quarenta rinocerontes brancos e quatro negros; o santuário não foi criado originalmente para rinocerontes negros, mas quando um atravessou a esmo a fronteira do Zimbábue deu início a uma bela amizade. O santuário também é o lar de impalas, gnus, avestruzes, hienas marrons, leopardos e mais de 230 espécies de aves.

O melhor horário para observar os rinocerontes é no fim da tarde ou de manhã bem cedo. As pans de Malema´s e Serwe e o olho d’água no esconderijo de observação são os pontos mais ricos de vida selvagem do santuário; esses locais estão bem demarcados no mapa oferecido na entrada do parque. Passeios de carro (passeio dia/noite P460/635) podem levar até quatro pessoas. Caminhadas e excursões para rastrear rinocerontes também podem ser organizadas.